Senai lidera reunião de parceiros com prefeita de Cobija, Ana Lúcia

“Estamos interessados em transferência de conhecimento de diferentes instituições para apoiar iniciativas de pequenas empresas. Temos muito problema de emprego e somos muito deficientes em serviços”. Foi assim que a prefeita de Cobija, Ana Lúcia dos Reis, iniciou a reunião com diferentes instituições profissionalizantes e de apoio a micro e pequenos empreendimentos, lideradas pelo Senai-AC, na tarde de quarta-feira, 21.

No encontro, ocorrido na sala de reuniões da Superintendência da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), estiveram presentes representantes do Senac-AC, Senar-AC (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Sebrae-AC, Instituto Euvaldo Lodi (Iel-AC), Embrapa e Coordenadoria Municipal da Mulher (Gerência de Apoio ao Empreendedorismo). De acordo com Solange Chalub, diretora regional do Senai, o primeiro contato com a prefeita ocorreu na última segunda-feira, 19, em Cobija.

“Manifestamos interesse de desenvolver um trabalho no setor moveleiro e foi então que Ana Lúcia decidiu pedir nosso apoio para mobilizar demais instituições que pudessem ser parceiras nessa iniciativa”, explicou Solange.

Cada convidado explanou sobre os trabalhos e projetos desenvolvidos pelas instituições que representavam. O Iel apresentou o Programa de Qualificação e Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), além dos cursos de capacitação empresarial, enquanto o Senar explicou seu trabalho de incentivo ao empreendedorismo na área rural, como a produção de hortifrutigranjeiros para abastecer o mercado, orientando ainda como melhorar essas atividades e realizar transformações primárias, como os derivados do leite.

Já a Gerência de Empreendedorismo da Coordenadoria da Mulher focou na economia solidária e realização de cursos para dar autonomia a mulheres, principalmente às vítimas de violência doméstica. Ao Sebrae cabe o desenvolvimento de micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais, formalizando trabalhadores autônomos. A Embrapa, por sua vez, atua no desenvolvimento de pesquisas e inovação para a agricultura.

Encantada com a possibilidade de uma parceria de tamanha envergadura em prol da população de Cobija, a prefeita garantiu que, de seu lado, não medirá esforços para que o projeto saia do papel. “A nossa cultura é muito mais próxima do Acre do que da capital do nosso próprio país, em La Paz. Nossa idéia é investir em pequenos projetos que vão causar grande impacto para a nossa sociedade”, finalizou Ana Lúcia. (Ascom Fieac)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation