Mãe e filha são presas com cinco quilos de maconha

Investigadores da Divisão de Repreensão a Entorpecentes (DRE) prenderam no início da tarde de ontem, 9, a dona-de-casa Maria Socorro Araújo de Moura, 45 anos, a estudante Cristiane de Moura Rocha, 28 anos, e Maico Mesquita de Souza, 31 anos, sobrinho de Maria do Socorro.

O trio foi preso acusado de manter uma “boca-de- fumo” localizada na Rua General Vieira de Melo, bairro Nova Esperança.

Em poder do trio, a polícia encontrou cinco quilos de maconha, rádios comunicadores, diversas chaves de motos, celulares, jóias, relógios e uma quantidade em dinheiro que, segundo a polícia, seria oriundo da venda do entorpecente.

A prisão dos acusados se deu através de uma investigação realizada pelos investigadores da DRE, comandados pelo delegado Adriano Carrasco.

Para a Polícia Civil, a quadrilha estava bem organizada, pois através de rádios comunicadores, os “soldados” ou “seguranças” do tráfico que ficavam de plantão em pontos estratégicos do bairro conseguiam visualizar a aproximação da polícia e avisavam aos “chefes” para que escondessem a droga ou afastassem os compradores.

A estratégia não deu certo para os traficantes na tarde de ontem, porque os investigadores usaram veículos descaracterizados não oferecendo tempo para a fuga dos acusados. 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation