Tião anuncia prioridades para o Acre produzir até para o Peru e à Bolívia

Raimundo Cardoso é um técnico que há 30 anos ajuda o Incra e o governo acreano a implantarem e consolidar as dezenas de projetos de assentamento de trabalhadores rurais no Estado. E vem dele a lembrança da receita que o candidato a governador pela Frente Popular, o médico Tião Viana, pretende aplicar em seu meio rural: muito investimento em produção agropecuária para atender tanto seu mercado interno como para exportar ao mundo pela Rodovia Interoceânica, a ser inaugurada em dezembro pelo presidente Lula.

Tiao1807
Ex-superintendente do Incra e candidato a deputado esta-dual pelo PT, Cardoso falava no Ramal 2 do Projeto de Assentamento Orion, em Epitaciolândia, para cerca de 100 pequenos agricultores que foram ali para ouvir Tião Viana dizer que o Acre terá nos próximos anos duas grandes prioridades para gerar mais renda e os empregos que irão ampliar a qualidade de vida de sua população.

A primeira prioridade será a industrialização de suas maté-rias-primas através da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), já em implantação em Senador Guiomard, e a segunda é a emancipação da micro-economia que reúne os milhares de agricultores acreanos que produzirão frango, peixe, porco, carneiro e outros alimentos que interessam aos 33 milhões de consumidores peruanos e bolivianos, sem contar a produção de madeira certificada, castanha, borracha, sementes, cosméticos, essências, fitoterápicos e outros produtos da rica floresta acreana.
Tião Viana e Cardoso estavam ao lado do economista e engenheiro agrônomo, Idésio Franke, do geógrafo Sibá Machado e do dentista André Maia, todos com forte identidade com o meio rural e florestal do Acre.

Gerador de produtos industriais – Candidatos a deputados federais, Idésio Franke (PT) e Sibá Machado (PT), além de André Maia (a estadual pelo PT), vão ajudar Tião Viana a tocar seu plano de transformar o Acre num Estado gerador de produtos industriais de base agroflorestal a partir do próprio município de Acrelândia, que já produziu, na safra 2009-2010, 1 mil toneladas de café, 2 mil de banana cumprida, 4,4 mil de milho, 2 mil de arroz, 270 de feijão, 200 de macaxeira, 1 mil de melancia e 45 toneladas de pimenta de cheiro, além de 36 toneladas de frango, 3,3 milhões de litros de leite e 110 mil cabeças de gado.

O deputado federal Fernando Melo (PT), candidato a reeleição, testemunhou aos agricultores do Orion a importância do mandato de senador de Tião Viana para iniciativas de produção em todos os municípios do Estado e para a construção da infra-estrutura pelos governos Jorge Viana e Binho Marques  que irão dar o suporte ao arranque industrial que o Acre deve dar a partir do próximo ano.

De Acrelândia, Tião Viana, Sibá, Idésio e André, junto com o candidato a reeleição a deputado estadual Ney Amorim (PT) se deslocaram para a Vila Campina, outra localidade que nasceu, como Acrelândia, de um projeto de assentamento do Incra. (Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation