Alunos de Medicina da Ufac esclarecem os temas do seriado House na biblioteca, hoje

Nada melhor do que somar conhecimentos de Saúde e, ao mesmo tempo, desvendar um pouco mais sobre sua série de TV favorita. Para unir as duas coisas, um grupo de alunos de Medicina da Ufac se reúne hoje (27) e na sexta da próxima semana (7/11), das 16h30 às 18h30, na filmoteca da Biblioteca Pública, para apresentar o seriado House, um sucesso mundial de audiência, sob um ponto de vista diferen-ciado. Os alunos exibem 2 episódios da série médica e, depois, explicam acerca das doenças, questões éticas e termos técnicos inseridos na trama. Isto é, chega de assistir House e ficar ‘voando’ no que eles falam!

O grupo faz parte de uma entidade internacional acadêmicos de Medicina, a IFMSA (International Federation of Medical Student’s Associa-tions), recentemente trazida ao curso da Ufac. O projeto é organizado por estudantes de diversos períodos, e vem sendo aplicado desde o início do mês. Os encontros de hoje e do dia 7 serão os últimos do ano. Entretanto, diante da boa recepção do público – que apesar da não lotar a biblioteca já tem sido conquistado pelo trabalho -, os alunos já planejam voltar com nova temporada em 2011.

Segundo um dos organizadores do projeto, Sidnei Bertholdi, aluno do 8º período de Medicina, trata-se de uma iniciativa cultural voltada a estudantes de Ensino Médio que se preparam ao vestibular (em especial, aqueles que almejam seguir áreas de Saúde), aos próprios universitários ou até mesmo quem só está interessado em assistir ao seria-do. Sidnei conta que são preparadas curtas palestras para cada episódio, esclarecendo sobre raciocínio clínico, diagnósticos e hipóteses que foram e/ou poderiam ter sido adotadas.  

Mas isso não é tudo! Se fossem só discursos médicos complexos, ninguém entenderia nada, ainda mais depois de um dia de estudo na biblioteca. Por isso, Sidnei conta que os temas são tratados numa linguagem inovadora e bem acessível ao público, não deixando de lado, é claro, a descontração e o forte humor da série.

“Esta é uma chance de mostrar ao público muitos assuntos em destaque na Medicina. Mas fazendo isso de  forma simples, disseminando conteúdos e também trazendo-os à realidade local. Além das questões médicas, discutimos assuntos pertinentes ao vestibular. E esta é uma iniciativa que soma muito para nós enquanto alunos, pois coloca em prática, relembra e aprofunda aulas do curso. Assim como enriquece à platéia com conhecimentos gerais”, completa. 

Sobre a IFMSA – Como mencionado anteriormente, a entidade mundial de acadêmicos de Medicina chegou à Ufac há pouco tempo. Aos poucos, ela vem desenvolvendo ações para garantir uma formação mais qualitativa aos futuros médicos acreanos. Entre elas, destacam-se projetos culturais e educativos – tal como este do seriado House -, trabalhos no Centro de Ensino Especial Dom Bosco (Ceedb), memorial às vítimas fatais de Aids/ DST e, principalmente, intercâmbios de estudantes pelo mundo e pelos estados do país. A Ufac já recebeu alunos da Dinarmarca, Costa Rica, Alemanha e de vários estados. 
 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation