Eymael declara apoio a Dilma no segundo turno

eymaell
Três vezes candidato à Presidência da República, o presidente do PSDC, José Maria Eymael, declarou hoje (21) apoio à candidatura de Dilma Rousseff (PT), no segundo turno da eleição presidencial. No primeiro turno, Eymael recebeu 89.350 votos (0,09%).

Em nota oficial divulgada hoje (21) sobre a “posição oficial do PSDC de São Paulo”, o ex-candidato libera os dirigentes do partido nos demais estados a apoiarem o candidato que quiserem. A liberação, no entanto, não vale para o diretório paulista, também por ele comandado, que “declara formalmente apoio à candidatura de Dilma Rousseff para presidente do Brasil”.  Ex-deputado federal, Eymael também foi candidato a presidente nas eleições de 1998 e 2006.
 
Leia a íntegra da nota:

“ELEIÇÃO PRESIDENCIAL 2010 – 2º TURNO
POSIÇÃO OFICIAL DO PSDC – SÃO PAULO

O PSDC – Partido Social Democrata Cristão, Órgão Partidário de São Paulo, face ao 2º Turno – Eleição Presidencial 2010, edita a seguinte NOTA OFICIAL:

NOTA OFICIAL

1. Na data de hoje, a Comissão Executiva do Diretório Nacional editou a RESOLUÇÃO Nº 33, a qual preceitua:
“No 2º turno da eleição presidencial 2010, ficam as direções estaduais do PSDC autorizadas a acompanhar o posicionamento das coligações estaduais das quais fizeram parte para o governo de seus respectivos estados, no 1º turno.
Ficam também os dirigentes estaduais do PSDC autorizados para participar de atos públicos promovidos pelas coligações para eleição de governador das quais participaram em seus estados, com o objetivo de apoiamento ao respectivo candidato a presidente da República.”.
2.  Com fundamento nos termos da Resolução nº 33 da Executiva Nacional, o PSDC de São Paulo passa a acompanhar o posicionamento da coligação que teve como candidato a governador, o senador Aloizio Mercadante e DECLARA formalmente APOIO à Candidatura de DILMA ROUSSEF PARA PRESIDENTE DO BRASIL.
3.  Incentiva, de outro lado, todos os dirigentes estaduais e municipais do PSDC no estado de São Paulo para participarem de atos públicos de apoio à candidatura de Dilma Roussef, para presidente do Brasil.
São Paulo, 20 outubro de 2010
José Maria Eymael
Presidente”
(Congresso em Foco)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation