Pela 1ª vez, TSE valida votos de ficha-suja

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) tomou ontem a primeira decisão que muda o resultado das eleições ao considerar válida a candidatura de um político barrado com base na Lei da Ficha Limpa antes do primeiro turno.

A tese vencedora no julgamento pode beneficiar outros 16 candidatos considerados “fichas-sujas” antes do pleito e que podem assumir cargos ou vagas de suplentes caso o TSE julgue favoravelmente os recursos deles.

A corte decidiu não aplicar a lei a candidatos que tiveram contas rejeitadas por tribunais de fiscalização de finanças públicas, nos casos em que as desaprovações de contas não foram confirmadas por casas legislativas.  (Folha de S. Paulo)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation