Fogo e fumaça do subsolo da Praça da Revolução assusta comerciantes e pedestres

Um incêndio subterrâneo causou alvoroço em transeuntes na Praça da Revolução, no final da manhã desta quarta-feira, 27. Chamas e muita fumaça saíam do chão da praça, provocando apreensão aos passantes pelo local.
Praa_fogo
“Por algum momento pensei que a terra estava derretendo”, afirmou uma estudante do Colégio Barão do Rio Branco, bem em frente à praça.

O fogo, no entanto, não tinha nada de sobrenatural, nem foi causado por algum fenômeno natural, mas por um curto circuito no sistema de iluminação da Praça.

Uma bomba elétrica acionada pelo funcionário Francisco Marcelo, da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, entrou em curto, causando o incêndio em toda a fiação da praça. Ele ligaria o chafariz. Comerciantes acionaram o Corpo de Bombeiros que apagou as chamas.

Com a destruição dos cabos, a Praça deverá ficar no escuro até que a manutenção seja concluída.

A praça leva o nome de Plácido de Castro, mas passou por uma reforma completa, inclusive no sistema de energia, e mudou de nome, Praça da Revolução, no final da primeira gestão do prefeito Raimundo Angelim.

Praa_fogo_2

Praa_fogo_3

Praa_fogo_4

Assuntos desta notícia


Join the Conversation