Investigadores da Dapc prendem os acusados de matar homem a facadas

O crime ocorreu na manhã do dia 1º de janeiro deste ano, no Beco São Domingos, do bairro Seis de Agosto. A vítima (identificada pelo nome de Cleydson, mais conhecido pelo apelido de ‘Bolão’), foi brutalmente assassinada com vários golpes de faca que, segundo a polícia, foram desferidos pelo  ex-presidiário Wellington Lima e Silva, 30 anos, e um adolescente de 16 anos.

A dupla foi presa na manhã de ontem, 5, por investigadores da Delegacia Antiassalto da Divisão de Investigação Criminal (DIC). Eles confessaram o crime ao delegado Cleison Videira, e alegaram que o homicídio teria sido motivado por vingança.

Segundo Wellington – que já tem passagem pelo presídio pelo mesmo tipo de crime – ele matou Bolão porque a vítima já teria tentando matá-lo antes, desferindo-lhe golpes de terçado.

“Eu ainda estava no hospital me recuperando quando ele mandou um recado pra mim, dizendo que se eu escapasse daquela, ele me mataria. Além disso, depois que eu fui pra casa, ele ainda atentou duas vezes contra a minha vida”, afirmou Wellington Lima.

O adolescente de 16 anos – que tem passagem pela polícia por crime de roubo, assalto à mão armada – também confessou o crime e afirmou não ter arrependimentos.

O menor infrator alegou que ajudou a matar Bolão porque ele teria lhe dado um tapa na cara na frente de várias pessoas.

“Ele era um vagabundo alterado, e gente assim tem é que morrer. Nunca apanhei de minha mãe. Para vir um safado daquele me bater por pura gaiatice. Matei e mataria de novo se fosse preciso” declarou o adolescente.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation