Acre e Bolívia lançarão campanha contra a febre aftosa em conjunto

Para o controle da aftosa, as fronteiras são um dos maiores desafios. O Acre é declarado Zona Livre desde 2005 e por isso a preocupação em vacinar o rebanho é uma prioridade. Com quase 90 mil bovinos no Departamento de Pando, a Bolívia vai lançar sua campanha de vacinação junto com o Acre. O país vizinho também quer ser reconhecido como área livre da doença.
Aftosa1204
Os contatos com o Senasag, o serviço responsável pelo controle da doença na Bolívia, foram iniciados pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Animal (Idaf). Agora, que a Bolívia trabalha para implementar um programa de erradicação da aftosa, a intenção é trabalhar de forma sincronizada para evitar qualquer foco da doença. “As informações que temos é de que Pando quer se declarar livre da aftosa no fim deste ano para pleitear à Organização Mundial de Saúde Animal o reconhecimento como zona livre em 2013”, explicou o presidente do Idaf, Luiz Augusto, o Guy.

No próximo dia 18 os departamentos de inspeção animal do Acre e de Pando se reúnem para discutir os detalhes do lançamento da primeira etapa da campanha contra a febre aftosa, que deve acontecer no dia 3 de maio. O Acre tem um rebanho de aproximadamente 2,5 milhões de cabeças e não registra nenhum caso da doença desde 1999.

“A grande questão para o controle da aftosa no Brasil são as regiões de fronteira, por isso essa é a nossa maior preocupação. Temos um índice de cobertura vacinal superior a 96%, bem acima do recomendado para manter o status de zona livre. Mas as fronteiras ainda são alvo de cuidado redobrado”, explicou o presidente do Idaf. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation