Funcionário do Deas abusava de garotas menores dentro da repartição

funcionario_deas

Um homem de 37 anos usava o escritório do Departamento Estadual de Água e Saneamento, o Deas, do município de Marechal Thaumaturgo, no Vale do Juruá, para abusar de crianças e adolescentes. Uma das vítimas tem apenas 11 anos e outra, de 13 anos, é enteada do acusado.

Antonio Ramos da Silva Filho, o “Sarapó”, foi preso na última sexta-feira, 29, numa operação da Polícia Civil, que vem acontecendo na região há uma semana, com a finalidade de combater crimes de tráfico de drogas e de pedofilia.

Com o indivíduo, a polícia também encontrou um celular com imagens de sexo explícito.

Conforme o delegado Lindomar Ventura dos Santos, que comanda a operação, a prisão do acusado foi possível por causa de uma denúncia anônima. As vítimas são três meninas de 11, de 13 e de 14 anos. Elas estiveram na Delegacia de Polícia da cidade com os pais e confirmaram os abusos.

Nas imagens capturadas pelo indivíduo, por meio do celular, os rostos das vítimas não aparecem, mas o próprio acusado confessou que são as imagens das menores.

Segundo a polícia, a adolescente de 13 anos é enteada do acusado, e, provavelmente, vinha sendo abusada desde os sete anos. Os crimes eram cometidos também na casa do funcionário público.

“Ele ameaçava e ainda oferecia presentes e dinheiro para manter as vítimas em silêncio”, ressalta o delegado.

“Ele nega que tenha abusado da menor de 11 anos, embora tenhamos encontrado fortes indícios que mostram o contrário, mas ainda estamos investigando”, completa. Com a prisão, a polícia acredita que outras vítimas devem aparecer.

Antônio Sarapó já está à disposição da Justiça e será transferido para o presídio Manoel Néri da Silva, em Cruzeiro do Sul. (Tribuna do Juruá)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation