Mutirão Social une diversão, lazer e cidadania nas Placas

A Prefeitura de Rio Branco realizou neste sábado, 30, várias atividades esportivas, sociais e de lazer na Escola Teodolina Falcão Macedo, no bairro das Placas, como parte do Mutirão Social das obras do Programa de Acelaração do Crescimento (PAC 2).
Mutiro_placas
O Mutirão Social visa reduzir os impactos decorrentes da grande  presença de máquinas e trabalhadores na comunidade com  ações de   educação ambiental e sanitária;  atividades sócio-educativas, lúdicas, debates e discussões sobre temas de interesse da juventude;  assuntos de gênero, raça e etnia, além de  trabalhos específicos para diminuir os casos de violência contra a mulher e os casos de gravidez na adolescência, saúde da Mulher, prevenção às DST’s/AIDS;  ações para  geração de trabalho e renda com vista ao associativismo e ao cooperativismo, aproveitando as potencialidades de cada comunidade; valorização do patrimônio comunitário, resgate histórico da comunidade e o desenvolvimento de ações integrativas de lazer e recreação.

Assim, centenas de crianças, jovens e adultos puderam ter acesso a corte de cabelo e penteado afro-brasileiro, jogos de futebol, informações jurídicas com a Justiça Comunitária, brincadeiras tradicionais, leitura e brincadeiras na Ecoteca e muito mais. Uma grande mobilização levou a comunidade a participar ativamente do Mutirão Social.

A Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Semcas) coordena esse Mutirão,  que tem previsão de durar até o fim das obras. –sendo as atividades sempre aos sábados. “Com esse trabalho, a Prefeitura prepara a comunidade para o serviço de infraestrutura no bairro, ajudando também no fortalecimento das famílias”, disse Regiane Oliveira, da Semcas. Em parceria com a direção da escola Teodolina Falcão, o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Vitória está realizando a atualização do CAD Único, o cadastro dos programas sociais do Governo Federal.

A ação, informou Cosma Gabriel, coordenadora dessa atividade junto ao CRAS Vitória, pretende reduzir a zero o descumprimento de metas do Bolsa Família. Cerca de 60% das famílias dos alunos da escola descumprem algum ponto do benefício, como a freqüência irregular das aulas. “Quando as obras terminarem no bairro pretendemos que essa situação esteja regularizada”, disse Cosma Gabriel.

A jovem Artenízia Lima dos Santos procurou  a escola para fazer sua inscrição no Bolsa Família. Acompanhada da filha Twygg, de 2 anos, Artenízia se declarou bastante animada com o trabalho que a Prefeitura vem realizando em seu bairro. “Minha rua, 20 de Março, já melhorou muito nestes dias”, disse ela.

“Moradores estão encantados”, diz líder comunitária
Nas atividades na Escola Teodolina Falcão estão  diretamente envolvidas e apoiando a Secretaria Municipal de Planejamento, Coordenadoria Municipal da Mulher, Coordenadoria Municipal da Juventude, Departamento de Administração das Regionais, Coordenadoria Municipal do Trabalho e Economia Solidária, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação, Central de Movimentos Populares, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Associação de Moradores do Bairro Placas, Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb),  Secretaria Municipal de Obras Públicas, Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil.

O  chefe da Divisão de Políticas Públicas e Projetos da Coordenadoria Municipal da Juventude, Mariano Guerra, vê a ação como um importante trabalho de empoderamento comunitário e o professor Afrânio Moura, da Fundação Garibaldi Brasil,  avalia as atividades esportivas como instrumentos  de inclusão social.

De seu lado, a presidente da Associação de Moradores do Bairro Placas, Fátima Paula Ferreira, diz que a comunidade se sente contemplada e agradecida ao prefeito Raimundo Angelim e ao governador Tião Viana. “Moro aqui há oito anos e vivíamos em uma situação complicada. Agora, no entanto, o povo está encantado com o que está acontecendo”, afirmou Fátima.

Obras por toda parte: Prefeitura pede cuidado aos moradores
Autorizada há dez dias pelo prefeito Raimundo Angelim, a Emurb está asfaltando  11 ruas das Placas. As obras estão estimadas em R$ 6,8 milhões em recursos da Fase 2 do PAC.

O projeto consta de  obras de pavimentação, terraplanagem, esgotamento sanitário, drenagem pluvial, rede de água, iluminação, sinalização viária e atividades sociais que serão desenvolvidas em onze ruas do bairro Placas. As intervenções incluem a pavimentação e recuperação de 3,4 quilômetros  de ruas, a terraplanagem de 16.690,69 metros quadrados, o esgotamento sanitário de 2.008,5 metros e a drenagem pluvial urbana de 100 metros.  Pelo menos 50 homens e trinta máquinas pesadas e leves estão trabalhando nas ruas 1º de Agosto, 2 de Abril, 3 de Setembro, 7 de Dezembro,  8 de Maio, 10 de Junho, 11 de Março (trecho 1), 11 de Março (trecho 2), 20 de Janeiro, Travessa 2, Rua do Vale.

A prefeitura recomenda aos moradores que mantenham a atenção ao andar na rua e que tenham cuidado com as crianças, evitando que elas brinquem perto da obra e das máquinas. As pessoas devem observar áreas que possam oferecer riscos e manter os animais de estimação presos em casa. Quando prontas, as ruas terão dez metros de largura levando em conta 3 metros de calçada (1,5m de cada lado). O leito terá sete metros de largura com sinalização vertical e horizontal.

O que está sendo implantado nas Placas
5,4 quilômetros de pavimentação de ruas no valor R$6,8 milhões somando-se o valor de todos os serviços.
36.690,69 metros quadrados de terraplanagem;
15.000 metros de calçadas
2,7 mil  metros de drenagem pluvial urbana;
Rede de água;
Esgotamento sanitário
Sinalização viária;
Atividades sociais com grupos de convivência, recreação, reuniões comunitária e palestras. (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation