Gazetinhas 21/08/2011

* E, aí, leitor, e a “friagem”?
* São 11h da manhã, por enquanto, aqui nos altos da Av. Antônio da Rocha Viana está um calor da peste.
* O céu limpo, sem uma nuvem, nenhum uma folha se move…
* Mas ela vem.
* São essas coisas, esses fenômenos que só acontecem no Acre, pequeno, distante, mas enjoado.
* O próprio escritor Euclides da Cunha quando andou por aqui no começo do século passado demarcando a fronteira com o Peru surpreendeu-se com o fenômeno da “friagem”.
* Fez referências no seu diário de viagem.
* Só que errou.
* Sem os recursos da meteorologia de que se dispõe hoje, ele achou que a “friagem” vinha da Cordilheira dos Andes pela proximidade com o Peru…
* …quando se sabe que vêm da Antártica.
* Mas não é só no clima que o Acre surpreende. Na política, também.
* Por exemplo, esta semana a assessoria do senador Sérgio Petecão distribuiu uma foto hilária.
* Petecão, com aquela cabeça que Deus lhe deu, aparece numa roda de deputados e senadores do PSD discursando e o detalhe:
* a presidenta Dilma Rousseff, ao seu lado, rindo que só.
* A pergunta é: com tantos problemas para resolver, sempre muito séria, sisuda nas aparições públicas, de que tanto ria a presidenta?
* Segundo um político que estava presente, foi quando Petecão convidou-a para visitar o Acre e ir comer um churrasco em sua fazenda Boi Cagão.
* Pode?
* Enquanto isso, o senador Jorge Viana como relator do Código Florestal dá um duro danado para conciliar os interesses dos produtores com a preservação ambiental.
* Brasiléia, Xapuri, Manoel Urbano, agora Assis Brasil… e o governador Tião Viana vai levando o ‘Ruas do Povo’.
* Tem uma coisa: os prefeitos precisam também fazer a sua parte.
* Ô safra ruim.
* É quase meio-dia. O telefone toca, toca, toca. São leitores apressados e abusados perguntando pela “friagem”.
* Alguns inclusive ameaçando ir ao Procon porque compraram edredon, capas, luvas, gorros, botas.
* Calma. Ela vem.
* A propósito, o leitor Ivan Gonçalves manda e-mail dizendo que o lado ruim dessas chuvas de verão é que estão interferindo nos pousos e decolagens no aeroporto da Capital.
* Segundo ele, toda a vez que chove os aviões não pousam nem decolam porque se formam poças d’água na pista.
* Coisas do Acre.
* É meio-dia. O telefone toca.
* Agora é ele, El Brujo Davi Friale informando que já vê no seu mapa “nuvens escuras” subindo no mapa, anunciando a chegada da “friagem”.
*    Brrrr!

Assuntos desta notícia


Join the Conversation