Seria inaceitável

Os vereadores da Capital precisam tomar cuidado nesse derrame de gra-tuidades concedidas às mais diversas categorias no uso dos transportes coletivos. Em nota divulgada ontem, as empresas, através do seu sindicato, já alertaram que serão obrigadas a repassar para os usuários o custo dessas concessões, aumentando o preço da tarifa.

Como se sabe, o preço da tarifa de ônibus urbano praticado em Rio Branco já é um dos mais altos de todas as capitais do país e um novo aumento seria insuportável para os usuários. Para não dizer um abuso, um crime contra a economia popular.

Que algumas categorias mais necessitadas paguem menos para usar o transporte coletivo não se discute. Já se tornou praxe em todo o país. Estender esse benefício a qualquer categoria, visando ganhos político-eleitoreiros não é ético nem justo com a maioria da população, que será penalizada com novos e sucessivos aumentos nos preços da passagem e na qualidade do serviço.

Por isso, torna-se oportuno chamar a atenção dos vereadores para agir com responsabilidade e seriedade nesta questão para, a pretexto de beneficiar alguns poucos, não agravar ainda mais a maioria dos usuários. Como se assinalou, um novo aumento no preço da tarifa seria insuportável e por isso mesmo inaceitável.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation