Banco da Amazônia quer aplicar R$ 240 milhões no Acre até fim deste ano

Os acreanos têm R$ 240 milhões no Banco da Amazônia à disposição para investimentos em microeconomia, produção agrícola, pequenos, médios e grandes negócios. O novo superintendente regional da instituição visitou o governador Tião Viana ontem, 23, para reafirmar o apoio e a parceria com o Governo do Estado. “Nós temos o mesmo objetivo, que é o desenvolvimento. Estamos aqui para ajudar”, disse José Roberto da Costa.

O Banco da Amazônia tem várias linhas de crédito, onde se destacam o Microcrédito Empreendedor Individual, o FNO e o Pronaf A, este último voltado para agricultores familiares assentados. “Já nos reunimos também com o Incra para potencializar os investimentos para a produção familiar em projetos de assentamento. Esse segmento é uma linha de crédito fantástica”, disse o superintendente.

Quanto à  piscicultura, um dos focos do governo de  Tião Viana, o Banco da Amazônia também dispõe de recursos disponíveis para investimentos. “Temos ações que vão complementar o trabalho que o Governo do Estado está fazendo”, comentou.

Seringueiras – O projeto do Governo do Estado Florestas Plantadas, que prevê a recuperação de áreas alteradas com o plantio de espécies florestais, principalmente a seringueira, conta com o apoio do Banco da Amazônia para o financiamento da ação. “Dentro do Plano Safra 2011/2012 queremos receber mil projetos, beneficiando mil famílias com o plantio de um hectare em cada propriedade”, afirmou. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation