Empresa com filiais em Rondônia e no Acre pode estar sonegando impostos

Um grande golpe contra a arrecadação de ICMS rondoniense pode estar sendo perpetrado por uma grande empresa que possui filiais em Rondônia e Acre.

Neste último domingo (31/7), por volta de 8hs, policiais receberam uma denuncia anônima sobre o “modus operandi” de uma pessoa jurídica para sonegar impostos. Segundo informante, caminhões da referida empresa descarregavam mercadoria em Porto Velho, porém a nota tinha como destino o estado do Acre. Na denuncia também foi informado que no domingo (31), dois caminhões da referida empresa estariam chegando ao Portal da Amazônia em Vilhena, posto fiscal da secretaria estadual de finanças na divisa com o Mato Grosso.

Policiais da 1ª delegacia de Policia Civil de Vilhena foram até o pátio do Portal, onde localizaram os dois caminhões. Os motoristas disseram para os policiais que constantemente fazem a viagem com destino ao Acre, porém sempre descarregam parte da mercadoria em Porto Velho.

Em busca no sistema da Sefin , foi detectado que somente este ano, mais de cinco milhões de reais de mercadorias já teriam passado pelo Portal da Amazônia em nome da referida pessoa jurídica. Em todas as situações, parte da carga ficaria em Porto Velho, sem recolher o ICMS.

Quando os caminhões chegam ao posto fiscal da “corrente”, na divisa com o Acre, onde ocorreria o deslacre, apenas parte da mercadoria estaria sendo tributada, sendo recolhido ICMS para o Acre apenas sobre a pequena parte que ainda resta nos caminhões.

Os motoristas foram oitivados e liberados. No B.O. 5997/2011 que registra toda a situação de suposta sonegação fiscal, estranhamente não está registrado o nome da empresa “lesa Rondônia”, que pelo montante transportado deve ser de grande porte e pertencer a grandes empresários. (Rondoniaaovivo.com)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation