Geama realiza série de ações para estimular o aleitamento materno

Em semana comemorativa, o Grupo de Estímulo ao Aleitamento Materno (Geama) está promovendo um conjunto de atividades no Estado. Dentre elas, a entidade promove a capacitação de profissionais, campanha de esclarecimentos e palestras sobre a importância da amamentação nos primeiros 6 meses de vidas dos bebês. Ao mesmo tempo, também foram lançadas as campanhas nacional e mundial.
Geama
“Entre 1º a 7 de agosto se comemora a Semana Mundial de Aleitamento Materno. Neste ano, o tema é Fale Comigo! A Amamentação Uma Experiência em 3D. A madrinha será a atriz Juliana Paes com o filho Pedro. A campanha é feita pelo Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria”, diz a presidente do Geama, Elisama Lima.

Em julho, profissionais que prestam serviços sobre amamentação do grupo e da Maternidade Bárbara Heliodora, atenderam mais de 1.600 crianças. O banco de leite possui atualmente 70 litros coletados para alimentar os bebês que não puderam mamar na própria mãe.

O Geama é uma entidade sem fins lucrativos, que trabalha pelo apoio à amamentação. A entidade foi fundada em 1º de março de 2004, para garantir a assistência de mãe e filho através de ações básicas de saúde.
Seu principal foco é realizar capacitação para profissionais de saúde, a fim de ampliar a reflexão sobre a prática do aleitamento materno, desenvolvendo ações de apoio, promoção e incentivo ao aleitamento materno através de ações educativas na comunidade. Atualmente, O Geama possui 1.500 crianças  acompanhadas mensalmente.

O aleitamento salva vidas porque é prevenção segura contra várias doenças infecciosas e crônico-degenerativas. O leite materno provê nutrição boa e representa segurança alimentar, além de ser a ‘primeira vacina’. “A amamentação desenvolve um vínculo afetivo único entre mãe e filho, beneficia a saúde da mulher e aumenta o intervalo entre os partos. A prática de dar o peito precisa ser recuperada”, destacou Elisama.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation