Incêndio perto de balsas de combustível aterroriza a população de Cruzeiro

O fogo forte começou por volta das 12h30 de ontem numa mata entre os bairros da Várzea e do Remanso, próximo às margens do Rio Juruá. Segundo informações do sargento Lima, do Corpo de Bombeiros, o local é utilizado por viciados em droga. Eles provavelmente fizeram uma fogueira durante a noite e que continuou a arder durante o dia e se alastrou por uma área de capoeira. Dezenas de balsas carregadas com milhões de litros de combustível estavam ancoradas a menos de 20m do incêndio.
Fogo-3108
Houve dificuldade de controlar o fogo porque os caminhões-pipas do Corpo de Bombeiros não tinham como chegar ao local. O recurso foi utilizar soldados com tanques de água costais e abafadores para criar um acero de contenção ao incêndio. Mesmo assim houve pânico entre os moradores da região devido ao temor que brasas pudessem alcançar as embarcações petroleiras.

O presidente do bairro da Várzea, Marivaldo Figueiredo, protestou veementemente contra a situação de perigo constante a que são submetidos os moradores da região. “Já fizemos inúmeros pedidos para que a distribuidora da Petrobras afaste as balsas petroleiras da área urbana. Eles prometeram fazer tanques de armazenamento e dutos para transportar o combustível. Mas nada disso ainda aconteceu. Ficamos preocupados porque o Corpo de Bombeiros não tem estrutura para lidar com uma situação mais perigosa. Já é a segunda vez que acontece um incêndio nas imediações nesse verão”, protestou.

O incêndio foi controlado mais de 3h depois. Não houve feridos, mas algumas embarcações foram removidas com rebocadores durante o auge do fogo para evitar perigo de explosão. 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation