Índios ganham direito de registrar filhos com sobrenomes indígenas

Milhares de indígenas, de povos e regiões distintas da região Amazônica, estão reivindicando o direito registrar seus filhos de forma organizada, respeitosa e ainda com os sobrenomes que caracterizam suas etnias. Na região do Juruá, o movimento ganhou força, desde que os cartórios locais insistem em não aceitam incluir a etnia no ato de emissão das certidões de nascimento.

Segundo os líderes indígenas, os documentos comprovando a descendência são fundamentais para a manutenção de possíveis benefícios junto ao Governo Federal, além de contribuir no reconhecimento cultural pela sociedade, no sentido de preservar a memória indígena.

Depois de muita conversa e argumentação entre os cartó-rios e representantes da Justiça, os indígenas conquistaram o direito de incluir as referidas etnias. A partir de agora, basta ter em mão uma declaração expedita pela Funai com a identificação devida. Será montado um procedimento administrativo que depois de enviado ao MP e TJ culmina com a inclusão do nome nativo no registro geral.  (Do site Tribuna do Juruá)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation