Convênio com o Governo do Japão garante reforma da Casa Rosa Mulher

O prefeito Raimundo Angelim visitou nesta segunda-feira, 19, as obras de reforma e  ampliação da Casa Rosa Mulher, no Segundo Distrito de Rio Branco. As obras são resultado do  primeiro convênio do Governo Japonês no âmbito do Programa de   Assistência para Projetos Comunitários e de Segurança do Ser Humano (APC) para o Acre.
Reforma_pmrb
Acompanharam o prefeito o presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, Juraci Nogueira; técnicos e gestores municipais, como a secretária de Obras, Claudia Cunha;  coordenadora de Políticas Para Mulheres, Rosali Scalabrin.

O valor total da obra é de R$166 mil e o projeto está sendo executado pela empreiteira Bela Vista Construções e Comércio e Representações, que emprega doze trabalhadores.  A área de reforma mede 411,30 metros quadrados e a de ampliação 125,15, totalizando  536,445 m2.

O APC é um modelo de cooperação econômica destinado a projetos de pequeno porte encaminhados por governos locais, órgãos,  entidades educacionais e de saúde e organizações não governamentais e sem fins lucrativos. A coordenação do processo de cooperação fica a cargo das missões diplomáticas do Japão (Embaixadas e Consulados) sediados nos países em desenvolvimento, devido ao seu conhecimento por parte de tais missões sobre a situação do país onde desempenham suas funções. “A demanda é crescente e esta reforma e ampliação oferecerá melhores condições de trabalho e atendimento na Casa Rosa Mulher”, disse o prefeito.

A política para mulheres vem obtendo reconhecimento nacional  internacional:  além das premiações recebidas pela Casa Rosa Mulher, que cuida de mulheres em situação de risco, Rosali Scalabrin, da CMPM,   foi eleita integrante da comissão organizadora da 3ª Conferência Nacional de Políticas para Mulheres, que acontecerá em dezembro  de 2011 em Brasília,  de 12 a 14 de dezembro, com a presença    de mais de três mil mulheres. A Conferência é coordenada pela Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM) e o Conselho Nacional dos Direitos das Mulheres (CNDM).

A ampliação otimiza espaços para outros organismos da Prefeitura, como os programas da Coordenadoria Municipal da Juventude. Ao deixar o prédio na rua do Aviário e se mudar para a Casa Rosa Mulher, a Coordenadoria Municipal da Mulher amplia o número de órgãos ocupando seu antigo espaço.

Mais de 180 atendimentos por mês

A obra de reforma e ampliação do Centro de Referência Casa Rosa Mulher prevê a recuperação das esquadrias e divisórias em madeira existentes, reparos necessários  na cobertura, novas instalações hidráulicas e sanitárias com adequação para portadores de deficiência física, novas salas de aula, novo espaço para crianças.

Provisoriamente, enquanto duram as obras, o atendimento da Casa vem sendo realizado na Escola Luiza Carneiro Dantas, próximo da unidade. “Estamos mantendo nossa média de atendimento, de 180 a 200 procedimentos ao mês”, disse Graça Lopes, coordenadora da Casa.  “Com certeza, quem ganha com este projeto é a comunidade”, resumiu Juraci Nogueira.

Ambientes cada vez mais seguros e humanizados
Com as obras, a Casa contará  ainda com nova distribuição de salas de aula e de atendimento pessoal em  área útil de 536,45 m2, distribuídos nos seguintes ambientes: varanda, recepção,  2 salas de coordenação, 6 salas de administração e atendimento pessoal, brinquedoteca, 4 salas de aula, salão de beleza, salão de costura, salão de manicure, cozinha, área de serviço, banheiros infantil, feminino, masculino e portadores de necessidades especiais, e  WC para funcionários. Medidas para aumentar a segurança de servidores e da clientela já estão sendo adotadas através do projeto de reforma.

A Casa Rosa Mulher dá assistência a mulheres vítimas de violência doméstica, prostituição ou risco pessoal e social. Oferece ações de atendimento em saúde, psicologia, apoio jurídico e atividades educativas e formativas. Essas ações têm como orientação o resgate da auto-estima feminina e a promoção de ações de combate à exclusão social. É uma iniciativa nacional e internacionalmente premiada da Prefeitura Municipal de Rio Branco, vinculada à Coordenadoria da Mulher.  (Ascom PMRB)

Reforma_pmrb_2

Reforma_pmrb_3

Assuntos desta notícia


Join the Conversation