Prêmio IEL de Estágio: preparando jovens para uma nação

Palestrante Robert Wong diz que evento conscientiza futuros profissionais para a “Gestão da Transformação”

“O estágio me deu essa possibilidade de aprender e descobrir novas possibilidades na minha profissão. Minha supervisora me lançou o desafio e eu aceitei. Fiquei muito feliz não apenas pelo prêmio, mas pelos resultados alcançados, por ver tudo se concretizando”, declarou Fábio Gonçalves de Carvalho Ferreira, aluno de comunicação social da Ufac, que ganhou o Prêmio IEL de Estágio na categoria grande empresa/empresa pública.

Por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), ele conseguiu uma vaga para estagiar na Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), realizando trabalho de assessoria para o programa de inclusão digital do Governo do Estado do Acre, comunidade digital.

Entidade integrante do Sistema Indústria, o IEL realiza este prêmio em todo o país, como forma de aproximar as instituições públicas e privadas, instituições de ensino e estudantes para promover a valorização do estágio e para divulgar as melhores práticas como forma de valorizar os jovens talentos que se revelam por meio do estágio.

Entre os objetivos podem ser citados a contribuição para o aprimoramento; o despertar do estudante para a importância do estágio enquanto oportunidade de obtenção de conhecimentos, valores, atitudes e habilidades no mundo do trabalho e nas relações trabalhistas; o estímulo à atuação competitiva do estagiário enquanto futuro profissional; e a promoção da interação entre universidades/faculdades e empresas.

Vinte projetos concorreram, sendo que os primeiros colocados, além do troféu e certificado, ganharam um netbook e ainda concorrem ao prêmio nacional nas categorias: grande empresa e empresa pública, média empresa e micro e pequena empresa. Além de Fábio, os demais vencedores foram Maria Albeniza Valdivino (média empresa: curso de letras da Ufac; estágio na Cooperacre) e Marco Aurélio Rocha Aguierre (micro e pequena empresa: curso de administração da FAAO; estágio na Rio Branco Pneus).

“Com esta iniciativa, estamos contribuindo para o aprimoramento do estágio, além de estimular uma maior participação das instituições de ensino nos programas de estágios. O Prêmio destina-se a identificar e divulgar as melhores práticas de estágio e valorizar a participação do estagiário no ambiente de trabalho, desenvolvendo projetos e ações que podem resultar em significativos avanços/ para as nossas empresas”, definiu Carlos Sasai, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC) e diretor regional do IEL.

NAÇÃO – Segundo o headhunter Robert Wong, um dos maiores caçadores de talentos do Brasil, o Prêmio IEL de Estágio tem uma grande missão: melhorar o país e, assim, transformá-lo numa verdadeira nação. “A finalidade do Prêmio é conscientizar e preparar os meios estudantil e empresarial para o ciclo de crescimento que é atingido por meio da gestão de transformação. São dois os grandes desafios que temos: ainda não somos, de fato, uma nação – quando um povo que habita ou não um território está unido por uma causa comum – e ainda não somos brasilianos, mas brasileiros”.

Ele explicou a diferença de terminologia. Basicamente, a palavra “brasileiro” nasceu de forma pejorativa, para indicar a profissão dos colonizadores europeus. “Aqueles que vinham ganhar dinheiro explorando o Brasil, os ‘brasileiros’, assim como mineiro, carpinteiro, padeiro e tantas outras profissões. O termo ‘brasiliano’ é uma declaração de nacionalidade, de cidadania, assim como americano, italiano e lusitano – como aqueles que nascem em Portugal fazem questão de ser chamados”.

CANADÁ – Também foi lançado o programa piloto de intercâmbio para Toronto, no Canadá, intitulado Capacitação para o Mercado de Trabalho Globalizado, em parceria com o IEL de Mato Grosso do Sul e a empresa Skope Viagens Educacionais. Voltado para estudantes universitários e recém-formados que tenham desejos de estudar no exterior, este programa é uma contribuição das instituições para desenvolver talentos para o mercado de trabalho.

Trata-se de uma capacitação com certificação internacional dupla: inglês e mercado de trabalho. “Uma experiência internacional única! Você adquire os conhecimentos que toda empresa inovadora procura e constrói uma carreira de sucesso”, afirmou Socorro Bessa, superintendente do IEL. Para saber mais sobre o programa, como se inscrever e formas de pagamento, os telefones de contato são (68) 3212 – 4272/(68) 3212 – 4296, ou então, envie um e-mail para [email protected](Assessoria IEL)

O Prêmio IEL Melhores Práticas de Estágio teve patrocínio e apoio do SESI e SENAI, instituições integrantes do Sistema FIEAC, Sebrae e FAAO.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation