Acre é contemplado com Fundo Socioambiental da Caixa

A Caixa Econômica Federal destinará cerca de R$ 5 milhões, de recursos do Fundo Socioambiental, para apoiar iniciativas que promovam o desenvolvimento local sustentável e o alcance dos Objetivos e Desenvolvimento do Milênio (ODM). Ao todo, foram selecionados 49 projetos, em todas as regiões do Brasil, tendo como alvo comunidades em situação de vulnerabilidade socioambiental.
 
Os projetos destinam-se a geração de trabalho e renda, e serão desenvolvidos no período de dois anos. As ações estão focadas em: empreendedorismo de adolescentes (acima de 14 anos) e adultos; combate à violência e exploração sexual de adolescentes (acima de 14 anos) e adultos; e associativismo.
 
O acompanhamento dos projetos será realizado pelas superintendências regionais da Caixa, de forma a garantir que o apoio do Fundo Socioambiental Caixa represente um avanço do compromisso do banco com a transformação social do país, fortalecendo a cidadania e a sustentabilidade econômica e socioambiental.
 
Acre:
A Caixa e o Centro dos Trabalhadores da Amazônia – CTA assinaram em Rio Branco (AC), o Acordo de Cooperação do Fundo Caixa, que favorecerá o Projeto Mulheres Extrativistas da Floresta, o qual tem o objetivo de beneficiar o grupo de mulheres e jovens da Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, localizada no município de Sena Madureira, para a produção artesanal de produtos florestais não madeireiros, como alternativa de conservação do meio ambiente e geração de renda.
 
O projeto Mulheres Extrativistas da Floresta objetiva o fortalecimento de iniciativas de negócios sustentáveis voltadas às mulheres e visa a redução da pobreza e o estímulo a práticas de produção e comércio, orientadas por justiça social e sustentabilidade ambiental, atuando diretamente com um público de trinta beneficiadas, mas que afetará, indiretamente, mais de duzentas pessoas. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation