Comissão vai debater a situação da aviação no Norte do país

A Comissão de Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional vai realizar audiência  pública para discutir a situação da aviação nos estados da Amazônia Legal, em especial o elevado custo de passagens aéreas e a reduzida oferta de voos.

A iniciativa do debate, ainda sem data marcada, é do deputado Gladson Cameli (PP/AC). Segundo ele, esses fatos demonstram o quanto a região Norte vem sendo relegada. De acordo com Cameli, as empresas prestadoras desses serviços oferecem poucos voos a preços que não condizem com a realidade socioeconômica da região. Por outro lado, continua o deputado, as autoridades atuam de forma insatisfatória nos estados do Norte, concentrando seus esforços nas regiões que hoje respondem pela maior parte do tráfego aéreo brasileiro.

Cameli defende que as empresas ofereçam uma contrapartida social às regiões menos favorecidas do país, considerando que elas vêm seguidamente recebendo ajuda governamental sempre que lhes ocorrem problemas.

“Não se pode admitir que a população da região seja penalizada pela falta de concorrência, pois é fato que as empresas aéreas oferecem preços mais razoáveis em rotas mais concorridas, configurando situações absurdas”, lamenta o autor do requerimento.  “Uma simples passagem de ida e volta de Brasília ao Acre, estado que represento, pode custar quatro vezes mais que uma ida e volta aos Estados Unidos”, exemplifica.

Serão convidados para o debate representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. (Agência Câmara)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation