Ifac fortalece Núcleo para a cadeia produtiva do peixe

O Encontro de Fortalecimento do Núcleo de Pesquisa Aplicada à Pesca e Aquicultura do Acre (Nupa) 8, realizado no sábado, 14, no Ifac/Campus Rio Branco, contou com a participação de instituições parceiras do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac), que atuam na área da pesca e aquicultura no Estado, numa demonstração de que a instalação do Nupa 8 é uma conquista para os dois setores.

A ação coordenada pela Pró-reitoria de Inovação do Ifac, contou com as presenças do chefe do Núcleo de Fauna e Recursos Naturais do Ibama, Evandro Câmara, do representante da Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura no Acre, Jardeson Pacífico e do secretário adjunto da Seaprof, Humberto Antão, que representou o governador Tião Viana no evento.

O coordenador de Política de Formação Humana na área de Pesca Marinha e Continental e Aquicultura Familiar/Portos e Navegação da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica – Setec, professor Edmar Almeida Moraes, destacou que em todos os Estados em que o Núcleo de Pesquisa Aplicada à Pesca e Aquicultura foi criado, fortaleceu a cadeia produtiva local nas áreas da piscicultura e aquicultura.

Existem, atualmente 80 Núcleos de Pesquisa Aplicada à Pesca e Aquicultura, nos Estados onde estão instalados os Institutos Federais. “A meta é atingir, em 2012, 100 núcleos, com investimentos em torno de R$ 40 milhões. Na área da pesquisa aplicada pretendemos aplicar cerca de 10 milhões, neste ano”, disse o coordenador.

No Acre, segundo o secretário adjunto da Seaprof, Humberto Antão, o Governo do Estado está investindo na área da piscicultura e precisa de pesquisas e técnicos que possam orientar e atuar no Programa de Piscicultura. “Acreditamos que será possível atuar junto com o Nupa e o Ifac nesta proposta de investimento na piscicultura, pois é uma área em que o Estado do Acre está priorizando”, disse o secretário.

Para o Reitor do Ifac, Prof. Marcelo Minghelli, um dos objetivos do instituto é atuar junto aos Arranjos Produtivos Locais (APL), garantindo técnicos e atividades de pesquisa e extensão que beneficiem a população. O curso de técnico em Aquicultura será oferecido no Campus Avançado da Baixada do Sol, com vagas para 80 alunos já no segundo semestre deste ano. “Estamos nos preparando para executar tanto os cursos na nova unidade, quanto todo Estado do Acre, através do Nupa e do Programa Certific com os laboratórios móveis de Processamento de Pescado”. (Adma Costa/ Ascom Ifac)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation