Pascoal Muniz é empossado como diretor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre

Posse Pascoal MunizO governador Tião Viana empossou na manhã desta segunda-feira, 30, Pascoal Muniz como diretor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre (Fapac), criada durante reforma administrativa aprovada pela Assembleia Legislativa ano passado com objetivo de fomentar a pesquisa no Estado.

A criação da Fapac era um anseio antigo dos profissionais que atuam na área de Ciências e Tecnologia. Até o ano passado, apenas os Estados do Acre e de Roraima não possuíam uma fundação com essa finalidade. O diretor Pascoal Muniz explicou que a Fundação de Amparo à Pesquisa será vinculada a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect) e formará um eixo de entidades ligadas à pesquisa juntamente com a Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac).

Tião Viana ressaltou que o trabalho desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa deverá entrar nas universidades de maneira positiva para estimular os laboratórios, as linhas básicas de pesquisa e ciência. “Isso estimulará o conhecimento a serviço da economia e da sociedade”, explicou o governador.

Pascoal Muniz disse que a Fapac também auxiliará com pesquisas para a área de industrialização, no setor agrícola. “Também vamos poder prestar auxílios na área social ajudando a reduzir erradicar índices de mortalidade infantil, principalmente em áreas indígenas. Essa foi uma recomendação expressa do governador, para que a gente busque essa erradicação”, pontuou o diretor.

A Fundação será ainda um meio de estimular pesquisas no setor de biotecnologia, na exploração de moléculas que possam resultar em cosméticos, medicamentos, produtos fármacos, entre outros.

O deputado federal Sibá Machado, presente a cerimônia de posse do diretor da Fapac, observou que poucos chefes de Estado têm investido na área de Ciência e Tecnologia como o governador Tião Viana. “Vejo essa preocupação apenas na presidenta Dilma e no Tião. Essa vontade em investir nesse setor com tanto empenho”, disse Sibá.

Para os parlamentares da bancada estadual Moisés Diniz, Geraldo Pereira e Astério Moreira quem ganha com investimentos no apoio à pesquisa cientifica é a população e o Estado que avança numa área ainda carente. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation