Homem que matou e esquartejou irmão já está no Presídio

A Justiça determinou a prisão do colono Jorge Batista de Oliveira, 58 anos, que confessou ter matado e esquartejado o corpo do irmão Gerônimo de Oliveira, 48 anos.
Esquatejou
O crime ocorreu na segunda quinzena do mês de março passado, em uma propriedade rural localizada na altura do km 03 da BR 364, município de Cruzeiro do Sul.

No dia 27 de março, após denúncia de moradores da região, policiais civis e militares daquele município foram à propriedade onde os dois irmãos moravam à procura de Gerônimo que estaria desaparecido a cerca de dez dias.

Após uma breve conversa com Jorge Batista, os policiais desconfiaram da presença de urubus sobrevoando uma área dentro da propriedade onde moravam os irmãos.

No local, a Polícia encontrou o corpo de Geronimo esquartejado e metros a frente localizaram a cabeça da vítima que havia sido decapitada a golpes de terçado.

Conduzido a Delegacia de Polícia Civil, Jorge Batista confessou que matou e esquartejou o corpo do irmão, por causa de uma discussão envolvendo a partilha de gado deixado como herança do pai para os dois irmãos.

Apesar de ter confessado o crime bárbaro, Jorge Batista foi liberado, pois não havia sido preso em flagrante.

O delegado responsável pelo inquérito policial solicitou a prisão preventiva do acusado que foi atacada pela Justiça e cumprida nesta quarta-feira, 12.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation