Acre e Rondônia vão unir forças em defesa da ponte do Rio Madeira

No início da semana, parte da bancada acreana, coordenada pelo deputado Taumaturgo Lima (PT), foi recebida pelo representante do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para tratar do andamento do processo de construção da ponte do Rio Madeira, entre os Estados do Acre e Rondônia.

De acordo com os senadores e deputados federais, até hoje a obra não foi iniciada em razão de mudanças no projeto de engenharia, e o consequente adiamento da licitação tem causado prejuízos incalculáveis à população e aos empresários dos dois Estados. “Essa obra é de fundamental importância para o povo acreano. Vamos ter agora mais um verão, que dificulta a travessia das balsas, e, com certeza, mais dificuldades nós vamos enfrentar”, disse o vice-coordenador da bancada, senador Sérgio Petecão.

O deputado Taumaturgo Lima anunciou para a próxima semana o agendamento de uma audiência com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, dessa vez com a participação dos parlamentares da bancada federal de Rondônia. Segundo ele, a união de esforços das bancadas do Acre e Rondônia no Senado e na Câmara tem por finalidade agilizar a construção da ponte sobre o Rio Madeira e, consequentemente, a conclusão da rodovia Transoceânica ligando definitivamente o Brasil ao Pacífico.

Taumaturgo Lima pediu a mobilização das duas bancadas para que o governo federal dê respostas imediatas para o problema e alertou que, se nada for feito, em pouco tempo a população acreana enfrentará uma série de dificuldades com relação à trafegabilidade da rodovia, à economia e ao abastecimento do Estado.

“Nós vamos pressionar. Se juntarmos forças com a bancada de Rondônia, nós teremos êxito nessa demanda que é a construção da ponte do Rio Madeira”, disse Taumaturgo. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation