Pular para o conteúdo

Gazetinhas 13/08/2013

* Era tudo ou nada ontem para os investidores ou divulgadores da Telexfree e deu aquilo que se previa:

* nada.

* Como se está divulgando, a Câmara Cível do TJ/AC negou, por unanimidade, o agravo de instrumento interposto pela empresa contra a liminar da juíza Thaís Kalil e manteve o bloqueio.

* Se ainda havia alguma réstia de esperanças, acabou.

* A empresa pode ainda tentar algum outro recurso, mas na Justiça aqui do Acre é pouco provável que consiga algo.

* Como a desembargadora Valdirene Cordeiro observou em seu voto, citando o livro “Golpes Bilionários” do banqueiro irlandês, Kari Nars, “quando uma coisa parece boa demais, ela é boa demais para ser verdadeira”.

* Ou seja, no entendimento do Ministério Público e a Justiça, a Telexfree e outras empresas do gênero operam no esquema de “pirâmide financeira” e atentam, portanto, contra a boa-fé a economia popular.

* A esperança agora para os divulgadores que ficaram no prejuízo é que a mesma Justiça determine que a empresa devolva seu dinheiro.

* O que será muito difícil ou improvável.

* Mesmo que a Telexfree, no caso, como este matutino divulgou, esteja investindo na construção de um hotel de mais de R$ 600 milhões na Barra da Tijuca, no Rio.

* Já os políticos que estavam apoiando os divulgadores podem sim fazer um trabalho junto a órgãos federais, como a Comissão de Valores Mobiliários, para emitir regras claras sobre este novo tipo de empresa que surgiu com a internet.

* Mas, é claro, sem “pirâmide”.

* O telefone toca no meio da tarde. É o governador Tião Viana torcendo para que “o verão amazônico” se prolongue mais depois da “friagem” no final de semana.

* Segundo ele, para aproveitar o máximo a estiagem para tocar obras, sobretudo, o Ruas do Povo e a Cidade do Povo.

* Neste ano serão entregues cerca de 2.300 ruas e para o próximo dá para completar o programa – cerca de 3 mil.

* Já na Cidade do Povo, tanto o Governo está fazendo sua parte na infraestrutura e todas as empresas também estão trabalhando.

* Mesmo com a crise que ainda castiga os estados e municípios, com o corte nos repasses, está animado o governador.

* Na política nacional, o destaque do final de semana foi a recuperação da popularidade da presidente Dilma Rousseff.

* Mas, segundo os especialistas, ela precisa subir mais alguns pontos para garantir sua reeleição.

* E o escândalo do “Cartel dos trens” em São Paulo, já apelidado de “trensalão”.

* E olha só: as próprias empresas assumem que pagaram cerca de R$ 3 bilhões em propina.

* É muito dinheiro, é muito roubo.

* Caro Edinei Muniz, sobre o e-mail concordo contigo e a coluneta se recusa inclusive a citar o nome.

* O telefone toca de novo. É ele, David Friale, anunciando para amanhã a chegada de nova “friagem”.

* Vem forte, talvez, como aquela outra que ameaçou nevar e não nevou.

* Brrrr.