Pular para o conteúdo

Quatro brasileiros fogem de presídio na Bolívia e dois assaltam joalheria de Cobija

 A fuga de quatro detentos brasileiros do Presídio de Vila Busch em Cobija/Bolívia aconteceu na sexta-feira, 16, e na tarde deste domingo, dois dos foragidos assaltaram uma joalheria em Cobija e durante o roubo teriam ferido uma pessoa a tiros de revólver calibre 38.

 Ao ser acionada a polícia boliviana deu início a perseguição aos assaltantes brasileiros, sendo que um pulou no Rio Acre e supostamente teria conseguido fugir para o lado brasileiro para a cidade de Brasiléia, mas o outro acusado identificado pelo nome de Roberto Santos do Nascimento (31) foi preso pela polícia nacional boliviana e encaminhado para o quartel geral localizado na cabeceira da Ponte da Amizade na Bolívia.

 De acordo com informações do próprio preso ele teria sido espancado pelos policiais bolivianos que devem transferi-lo nesta semana para um presídio no estado de La Paz.

 O comerciante ferido durante o assalto foi socorrido e encaminhado ao Hospital Roberto Galindo em Cobija.

 As polícias Civil e Militar de Brasiléia e Epitaciolândia cidades que fazem fronteira com a Bolívia foram avisadas da fuga e realizaram buscas as margens do rio na tentativa de localizar o assaltante que segundo a polícia boliviana teria conseguido pular dentro do Rio Acre e nadar em direção a margem brasileira, mas não obtiveram êxito em capturá-lo.