Pular para o conteúdo

Deputado Moisés Diniz pede mais investimento no setor de transporte público em Rio Branco

moisesDO vice-presidente da Assembleia Legislativa (Aleac), deputado Moisés Diniz (PCdoB), pediu durante, sessão solene alusiva à Semana Nacional de Trânsito, na manhã de ontem, 20, uma fiscalização mais firme no sentido de diminuir o número de acidentes. O parlamentar disse não entender o porquê de os investimentos no Transporte Público serem apenas de responsabilidade dos municípios.

“O bandido do volante tem que ser tratado como bandido. Por que um deputado federal não pode alocar emendas para o transporte público? Por que tem de passar a responsabilidade do transporte público para o menor ente da federação? Por que a União não assume esta responsabilidade?”, questionou o parlamentar.

Ele acrescentou, também, que a venda indiscriminada de veículos tem de ser reduzida e que haja melhorias no transporte público. Lembrou, ainda, que os ônibus deveriam ter, além de cinto de segurança, um sistema de refrigeração para melhor comodidade dos usuários. “Esse mundo dos automóveis tem que ir diminuindo. Esse mundo mutila as pessoas. Mata-as. Uma vida de uma criança não tem preço”.

O parlamentar comunista criticou a ação do Supremo Tribunal Federal (STF) em julgar os processos do ‘mensalão’ novamente.  Disse que a população poderia entrar com uma ação coletiva pedindo que nos ônibus fossem disponibilizados assentos a todos e cintos de segurança. “Poderíamos fazer uma ação coletiva no STF para que R$ 50 milhões de pessoas que utilizam o transporte público usem o cinto de segurança”, finalizou.