Pular para o conteúdo

Foragido do Acre que utilizava o nome do irmão é preso em Aripuanã

Um homem foragido da Justiça do Acre foi preso pela Polícia Judiciária Civil nesta segunda-feira (18), em Aripuanã(1.002 km a Noroeste), utilizando o nome do próprio irmão.

O suspeito Pablo Carvalho Derze, 29, possuía mandado de prisão em aberto desde 2008, expedido no Acre acusado pelo crime de homicídio. Para não ser identificado e preso, o suspeito fugiu para a cidade de Aripuanã e passou a se apresentar como Thalis Carvalho Derze, nome que na verdade pertence ao seu irmão.

Recentemente Pablo se desentendeu com a companheira, que apresentou queixa na polícia de tentativa de homicídio. A vítima disse que o marido tentou matá-la com uma faca.

O suspeito foi preso em flagrante e na Delegacia da Polícia Civil durante a lavratura do auto de prisão em flagrante pelo delegado de Aripuanã, Albertino Félix de Brito, o suspeito assinou os autos com o nome Thalis, conforme estava acostumado a se apresentar. Alguns dias depois, a Justiça determinou que o preso respondesse em liberdade, entendendo que não havia provas suficientes para sustentar o flagrante.

Durante as investigações, os policiais obtiveram a informação que ele na verdade se chama Pablo, e Thalis seria o seu irmão. Ao ser abordado pelos policiais, acabou confessando que se apresentava com outro nome porque tinha passagens pela polícia.

Pablo foi conduzido novamente à delegacia e autuado em flagrante por falsidade ideológica. Com ele também foi apreendido o documento de Cadastro de Pessoa Física (CPF) pertencente ao irmão Thalis.

Ao checar o preso, os investigadores também descobriram o mandado de prisão em aberto por homicídio praticado em Rio Branco, Acre, ao qual deram cumprimento imediatamente após a lavratura do flagrante.

Pablo Carvalho Derze está à disposição da Justiça, na Cadeia Pública de Aripuanã. (Redação O Documento)