Pular para o conteúdo

“É obrigação do parlamentar saber o que está sendo feito com os recursos” diz Flaviano sobre a BR-364

FLAVIANO 1 - FOTO DIVULGAÇÃOO deputado federal, Flaviano Melo (PMDB/AC) rebateu as críticas feitas pelo governo de que parlamentares de oposição estariam em Brasília tentando emperrar os trabalhos de pavimentação da BR-364. O deputado acreano contou sua trajetória de luta para ajudar na construção da estrada desde a época em que governou o Acre.

“Como eu sou contra? Pelo contrário, fui o primeiro que lutou por essa BR. Qual o motivo eu seria contra esta obra, que é tão importante para os acreanos? Isso é coisa de quem gosta de mentir. Fui, em 1986, por essa BR até Cruzeiro do Sul, na lama, para mostrar que ela precisava ser asfaltada”, ressaltou parlamentar.

Flaviano Melo disse ser uma obrigação parlamentar buscar informações junto aos órgãos federais para saber o destino dos recursos alocados para a pavimentação da via. “Se fazemos o nosso papel de fiscalizar, somos criticados. Não entendo. Acredito que isso é obrigação do parlamentar saber o que está sendo feito com os recursos”.

Quanto à volta do antigo fuso horário, ele disse que depois de 3 anos de intenso debate foi feito justiça sobre o decisão popular. Flaviano Melo é o autor do requerimento que proporcionou aos acreanos optar pela volta do antigo horário ou a permanência do atual.

Outro assunto abordado pelo parlamentar é a possível votação da PEC que equipara os vencimentos dos Soldados da Borracha com os ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial. Ele se mostrou temeroso pela proposta do governo, que se aprovada, não indexará o salário dos Soldados da Borracha, ao salário mínimo, ou seja, os salários não receberão reajustes conforme o salário mínimo. (Foto: Divulgação)