Pular para o conteúdo

Partido Progressista realiza encontro para discutir cenário político local

gladsonpp
O cientista político da Fundação Milton Campos, Luciano Dias, esteve no Acre a convite do deputado federal, Gladson Cameli (PP/AC) para ministrar palestra aos filiados e militantes do Partido Progressista.  Luciano Dias comentou sobre o cenário político vivenciado no Acre. Ele acrescentou que a cada eleição a diferença entre os candidatos a cargos majoritários, no Acre, são menores.

“O Brasil vive um sentimento de alternância de poder. O Acre é um exemplo dessa transformação política. A cada eleição a vantagem que eles alcançam nas urnas é menor. Assim como nos resto do Brasil, o eleitorado deseja mudanças”, disse o cientista político.

 Ele relatou que a população brasileira ainda é carente de informação política. Para ele, os brasileiros tratam o tema como periférico, sendo que o assunto ocupa 7% apenas do interesse do eleitorado. “A comunicação política tem que ser muito efetiva. É necessário trazer novas ideias, novos sonhos”.

 O deputado Gladson Cameli disse que o Partido Progressista tem avançado no Acre. Ele destacou que o rompimento com a Frente Popular trouxe algumas perdas para a sigla, mas pontuou que isso já foi superado e que o PP vive um novo momento.

“O PP tem indicado uma candidatura majoritária no Acre. No âmbito federal, o nosso partido tem uma chapa de pré-candidatos, são 14 nomes e para estadual temos 52 nomes. A ideia é fazer uma política que atenda os interesses da população”, ressaltou o deputado progressista.