Pular para o conteúdo

Acreanos isolados no Peru: alguns grupos já conseguem seguir viagem de volta ao Estado

Após dois dias isolados no Peru, os turistas acreanos estão conseguindo devido os poucos seguir viagem de volta ao Estado. A Rodovia do Pacífico continua interditada devido a desmoronamentos na estrada causados pelas intensas chuvas que tem atingido a região. O Peru foi escolhido por muitos acreanos para passar o réveillon.

A maioria dos acreanos está na Região de Puno, segundo informações, a distância entre Mazuco e Puerto Maldonato é de 168 km. De Puerto Maldonato até Assis Brasil são 230 km.

Entre os acreanos isolados, a vereadora Eliane Sinhasique falou das dificuldades através de uma rede social. O juiz, Giordane Dourado também se manifestou afirmando que nunca pensou em enfrentar tanta aventura no retorno para casa.

Outros turistas relatam que os peruanos não estavam aceitando a moeda brasileira já que os poucos soles (moeda peruana) estavam acabando. De acordo com informações, não param de chegar acreanos no engarrafamento que já atinge mais de 20 km.

O baixo custo, riqueza cultural e a temperatura amena impulsionam o crescimento turístico na região.