Pular para o conteúdo

Segurança Pública planeja operações com a Força Nacional nas fronteiras do Acre

Operações foram programadas para os próximos três meses. Fronteira será fortalecida Foto Val Fernandes SecomFortalecer o policiamento nas áreas de fronteira e o reforçar o controle nas entradas e saídas do Estado, atuando de forma estratégica e ampliando a sensação de segurança foi o objetivo principal da reunião entre a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e o Comando da Força Nacional no Acre.

A reunião foi realizada na Secretaria de Segurança Pública, e serviu para planejar as ações que serão executadas nos próximos três meses, na região que se estende do Posto da Tucandeira, na BR-364, a Assis Brasil. Poste-riormente o trabalho será levado para as demais áreas de fronteira. Participaram do encontro de trabalho o delegado da Polícia Civil de Plácido de Castro, Martin Fillus Cavalcante Hessel e o titular do Comando de Policiamento Ostensivo III (CPO), tenente-coronel Ulysses Araújo.

Foram discutidos os procedimentos que serão utilizados nas operações e no atendimento às demandas reprimidas nas delegacias da região. O secretário Ildo Reni Graebner apresentou a Ordem de Operações, que é um plano geral de trabalho e explicou que instituições como a Polícia Federal, o Instituto de Meio Ambiente (Ibama) e a Receita Federal serão convidadas a participar das operações, conforme o foco de cada uma.

“Estamos dando continuidade ao trabalho iniciado, que vinha sendo desenvolvido pela Câmara Temática de Fronteira, a qual coordena as operações estratégicas de segurança na fronteira”, explicou o secretário de Segurança.

Ramais terão policiamento com o trabalho integrado – Graebner ressalta que as operações serão realizadas tanto de forma qualificada – com procedimentos específicos – como em barreiras. “Algo muito importante será o policiamento nos ramais, áreas onde a polícia encontrava dificuldades para entrar. Tudo isso vai aumentar a sensação de segurança para a população”.

O delegado Martin, responsável pela delegacia de Plácido de Castro, disse que a população tem aprovado o trabalho executado. “A comunidade tem aplaudido a presença das polícias, principalmente nos ramais. Além de contribuir com a conclusão de inquéritos policiais pendentes, esse reforço da Força Nacional nos dá apoio para executar o que precisa ser feito”, disse. (Tatiana Campos / Agência Acre/ Foto: Val Fernandes)