Gazetinhas 22/02/2014

* O Acre perdeu ontem um de seus mais notáveis visionários.

* Figura carismática, o comerciante José Esteves lutava contra uma pneumonia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

* Que Deus o tenha nos resplendores da luz celestial.

* E depois de uma subida considerável, o Rio Acre manteve-se ontem nos 15,22m.

* Sensibilizados com a situa-ção das 317 famílias no Parque de Exposições, o governador Tião Viana e o prefeito Marcus Alexandre foram até elas, ontem à noite.

* Solidariedade é fundamental agora.

* O tradicional esquenta de Carnaval, marcado pra amanhã, mixou.

* Certíssima a medida.

* É que com o nível das águas lá em cima, seria um risco desnecessário para os foliões que a festa acontecesse no Calçadão do Novo Mercado Velho.

* Cachaça não é água não! Mas combina com afogamento.

* Ali, as águas do Rio Acre estão lambendo a calçada.

* Por lá, é preciso ter cuidado até sem festa, sobretudo os pais com seus filhos, que vão ver o rio cheio.

* Não fosse pelas centenas de famílias atingidas pela alagação, até que a paisagem ficaria linda.

* E na Aleac, as articulações giram em torno de quem será o suplente de Perpétua Almeida (PCdoB) na disputa ao Senado pela Frente Popular.

* O líder do PSDC, deputado Eber Machado, confirmou que o seu partido está na disputa.

* Mas pelo que se observa já está quase batido o martelo. O nome do pastor Davi Santiago (PSB) é o mais cotado.

* Por que? Pelo seguinte: Perpétua não tem lá o nome bem aceito entre os evangélicos e a indicação de Davi Santiago seria uma forma de captar os votos destes eleitores. 

* Santiago é membro de uma das maiores denominações do Estado, a Igreja Assembleia de Deus.

* E antes de renunciar à pré-candidatura, senador Aníbal Diniz (PT) também tinha mantido diálogo com o presidente “vitalício” da Assembleia de Deus, Luís Gonzaga.

* Governador Tião Viana tem procurado se preparar para disputar o pleito que se aproxima.

* Neste momento, o apoio de todos é muito válido.

* E para a Câmara dos Deputados, pelo menos três deputados estaduais já se lançaram no páreo. Luís Tchê (PDT), Marileide Serafim (PSL) e Moisés Diniz (PCdoB).

* Em âmbito local, até o momento, apenas o deputado Lira Morais (PEN) não deverá  concorrer a reeleição.

* Já o deputado Élson Santiago (PEN), afirmou que vai tentar o oitavo mandato.

* E ontem se comentava, numa roda de parlamentares, que o deputado Edvaldo Souza (PSDC) pode ser o mais bem votado nas eleições.

* Um deles resumiu: “o Edvaldo cumpre o que diz”.

* Interino: Resley Saab.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation