Pular para o conteúdo

Governo garante abastecimento de alimentos e combustível

 Mesmo com interrupção parcial do tráfego de veículos pela BR-364 no trecho que liga Rondônia ao Acre, o governo do Estado tem garantido, por meio de diversas parcerias, o abastecimento de hortifrutigranjeiros, combustíveis e produtos de primeira necessidade. O governo federal tem apresentado todo auxílio necessário no período em que a população acreana sofre com a cheia dos rios.

 Na última semana, os servidores do posto fiscal da Tucandeira registraram a passagem de caminhões trazendo gás de cozinha, combustível, arroz, farinha de trigo, sal, frutas, verduras, cimento e produtos diversos. Por enquanto, todo o combustível vendido na capital vem por balsa até Cruzeiro do Sul e posteriormente é trazido pela BR-364.

 Como medida preventiva, o governador Tião Viana e empresários do setor atacadista fizeram contato com o consulado peruano para verificar a possibilidade de o Acre comprar alguns produtos do país vizinho. Como resposta, Viana foi informado de que as cidades peruanas têm condições de fornecer farinha de trigo e hortifrutigranjeiros e que o reservatório de Madre de Diós está abastecido e pronto para fornecer gasolina e diesel ao Acre.

 Márcia Regina de Sousa, chefe da Casa Civil, tranquilizou a população e disse que o governo fará tudo o que for necessário para garantir o abastecimento de produtos alimentícios e combustíveis. “Por enquanto, não temos registro de que algo esteja faltando, como alimentos ou produtos do gênero. As parcerias que o governo do Estado fez com empresários, associações, sindicatos e com o governo federal têm sido fundamentais”, afirmou.

 Existe ainda a expectativa de que mais quatro carregamentos de gás de cozinha possam chegar à capital. Três deles vêm por via terrestre e outro, trazido de balsa, deve chegar a Rio Branco na próxima semana.