Municípios do interior terão Carnaval comprometido por causa de enchentes

Pelo menos mais dois municípios acreanos podem deixar de ter o Carnaval 2014. A prefeitura de Senador Guiomard anunciou que não realizará a festa de rua, alegando problemas orçamentários. Já Brasiléia, apesar do problema com o alagamento, quer evitar desapontar os foliões criando um projeto que garante a união com Epitaciolândia.

Correndo risco de alagamento na região, o vereador de Brasiléia, Carlos Portela, do PPS, responsável por elaborar o documento, explica que é possível levar a festa para o município ao lado, que não sofre do mesmo problema. A ideia é realizar o evento no antigo aeroporto, onde costuma ser palco de outra grande festa local, a Expolândia.

O vereador propõe um Carnaval conjunto com o município vizinho. O próximo passo é fazer uma comissão, que irá apresentar o projeto ao governador e depois aos empresários, caso seja aprovado. “Carnaval é uma cultura brasileira e nós também somos brasileiros. As pessoas criticam a ideia dizendo que fazer o evento é errado quando se tem ruas esburacadas. Há um orçamento para cultura, a fim de proporcionar eventos culturais o ano todo. O dinheiro para educação é para educação, o dinheiro para ruas é para ruas, o dinheiro para pontes é para pontes e assim por diante. Com a força de vontade temos condições de realizar a festa em Epitaciolândia, pois nem toda a população é evangélica. Tem muita gente que gosta”.

Quanto ao Carnaval de Senador Guiomard, parece que não há saída para a situação financeira que a gestão enfrenta. De acordo com a nota enviada pela assessoria da prefeitura, o momento é delicado, por isso, é preciso cortar gastos para manter os serviços básicos de educação e saúde em pleno funcionamento.

“O contexto do Quinari ainda é diferente das demais prefeituras, vez que há meses a gestão teve uma interrupção, tendo inclusive o gestor afastado e assumiu o segundo colocado das eleições 2012, que não encaminhou para a Câmara Municipal o Plano Plurianual – PPA, o que tem inviabilizado o cumprimento das metas previstas no Orçamento Geral do município para 2014”, diz a nota.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation