Ministério da Integração libera R$ 2,2 milhões para ajudar o Acre a lidar com a cheia de rios

Podem até dizer que o Acre está ‘isolado’ devido à cheia histórica do Rio Madeira, em Rondônia. Mas sozinho o Estado não está. O Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, publicou na edição de ontem (28) do Diário Oficial da União a autorização para o repasse de R$ 2,2 milhões para o Acre. As verbas deverão ser utilizadas pelo Governo do Estado para garantir os serviços e ações emergenciais para socorrer a população atingida pelo transbordamento dos rios.

O texto da portaria assinala que o Governo do Acre deverá executar as obras e serviços alocados com os R$ 2,2 milhões repassados em um prazo máximo de 1 ano, a partir da data da publicação. Quando passar tal prazo, o governo local terá 30 dias para prestar contas do uso dos recursos.

As verbas da União foram liberadas 2 dias depois de o governador Tião Viana decretar situação de emergência, devido à cheia do Rio Acre e o fechamento parcial da BR-364 (única via terrestre do Estado com o resto do país). No último final de semana, a presidenta Dilma Rousseff também ligou para o governador e se comprometeu a dar toda a assistência necessária ao Acre e Rondônia.    

A secretária da Casa Civil, Márcia Regina, informou que o recurso vai assegurar o apoio estadual para as famílias abrigadas no Parque de Exposição quando elas voltarem para suas casas. Além disso, algumas famílias também foram removidas de seus lares para ficarem provisoriamente em casas alugadas, até serem contempladas com as primeiras casas do programa Cidade do Povo. O dinheiro da União será usado para pagar o aluguel social destas famílias necessitadas.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation