No Dia de Conscientização do Autismo desinformação é o principal vilão

Hoje se comemora o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Apesar de todas as evoluções, o principal inimigo do transtorno do espectro autista (TEA) ainda é a desinformação. Durante toda a semana, serão realizadas atividades como palestras e passeatas em alusão à data.

A abertura oficial da semana azul foi realizada na tarde de ontem, 1º de março, em frente ao Palácio Rio Branco.

Em entrevista a uma emissora de televisão local, a psicóloga Silvana Brito, apontou que 70% das crianças diagnosticadas com autismo precisam do tratamento por meio de medicação, por isso, muitas pessoas confundem o TEA com uma doença.

De zero a três anos de idade, alguns sintomas devem ser observados. O autismo se caracteriza por alterações qualitativas na comunicação, na interação social e no uso da imaginação.

O TEA acomete cerca de 20 entre cada 10 mil nascidos e é quatro vezes mais comum no sexo masculino do que no feminino. Não se conseguiu até agora provar qualquer causa psicológica no meio ambiente dessas crianças que possa causar o autismo.

Silvana Brito orienta atenção das famílias no comportamento das crianças. Com diagnóstico rápido e um tratamento adequado, essas pessoas podem levar uma vida normal. “Isso não quer dizer que quando ele tiver seus 14 ou 16 anos estará conforme a sociedade quer. Na verdade, ele continuará com as características de autismo, porém, de uma forma reduzida. Dizer que ao chegar à adolescência, a pessoa estará curada, nós não podemos afirmar”, declara.

A psicóloga atenta para a possibilidade de confusão do autismo com o problema de déficit de atenção e de transtorno de linguagem. Por isso, é necessário o acompanhamento de um profissional para o diagnóstico exato.

A Escola Dom Bosco, realiza hoje, 2, a caminhada da conscientização, com concentração na praça Plácido de Castro, às 8h. Amanhã, 3, a instituição convida para a ‘cicleata azul’, com o apoio da Associação de Ciclismo do Estado. O ponto de partida é na Concha Acústica, às 18h30.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation