Homem faz refém e é cercado pela PM depois de assalto frustrado no Centro

A polícia frustrou um assalto com reféns a uma loja de cosméticos da Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Rio Branco, por volta das 16h30 de ontem. Um dos dois acusados é Francisco Jarilson Ferreira Portela, o “Lágrima”. Ele foi preso minutos depois da invasão, quando ambos tentavam fugir da polícia, correndo em direção ao Rio Acre. Houve troca de tiros.

O outro, Fabrini da Silva Nogueira, o Pitbull, 27 anos, fez refém o motociclista Thiago Ferreira da Silva, 20 anos, que tinha acabado de estacionar em frente da loja.

Com um revólver 38 apontado para a sua cabeça, Thiago foi levado para dentro da sede do Rio Branco Futebol Clube, que fica ao lado da loja de cosméticos.

“Ouvi pelo menos 3 tiros e só cuidei de me proteger”, relata o motorista Raimundo do Guincho, conhecido assim por dirigir um caminhãozinho reboque que tinha estacionado em frente do clube.

Com o refém sob a mira do revólver, Ptibull passou a fazer exigências às autoridades policiais, entre elas o secretário de Segurança Pública, Ildo Reni Graebner. Ele passou a atender pessoalmente todas as reivindicações do bandido. Entre elas estavam uma equipe de TV, um advogado e um colete à prova de balas.

Atendido aos pedidos, Pitibull liberou o refém, por volta das 16h55. Logo em seguida, se entregou. Sob aplausos da multidão, que se formou nos arredores da área, a polícia deixou o local levando os dois bandidos.

Pitbull deixou presídio na semana passada
Como vem acontecendo na maioria dos casos de assaltos, neste, Fabrini Nogueira, o Pitbull, é presidiário. Segundo a polícia, na semana passada, ele ganhou o regime da progressão de pena. Ontem, resolveu assaltar.

Conforme a polícia, no dia 5 de setembro do ano passado, ele se envolveu num assalto a uma loja de eletrodomésticos, no Segundo Distrito, onde o comparsa e um policial militar foram mortos, após troca de tiros.

Na ocasião, Jeferson de Araújo, o Jack, 18 anos, trocou tiros com o policial Cleiton de Lima Aquino, do 4º Batalhão da PM.  O indivíduo foi morto no local. O policial morreu horas depois, no Pronto Socorro de Rio Branco.

Assalto - OL 5Assalto - OL 12Assalto - OL 13Assalto com troca de tiros

(Fotos: Odair Leal/ A GAZETA)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation