Câmara de Vereadores de Rio Branco aprova proibição da venda de armas de brinquedo

Durante a ordem do dia na sessão ordinária de quinta (10), vereadores da capital acreana aprovaram o projeto de lei que proíbe a venda de armas de brinquedos ou similares às verdadeiras. O projeto é de autoria do líder do PCdoB, vereador Fernando Martins que buscou a opinião dos moradores de Rio Branco.

“Esse projeto foi idealizado através de conversas que realizei com a população e com membros da mesa diretora, como nosso presidente Roger. É uma forma de tentar coibir a ação de vândalos que se utilizam da má-fé e geram violência em nossa cidade. Acredito que desta forma estaremos contri-buindo para a redução de assaltos com esses brinquedos, além de educar nossas crianças que a violência não deve existir”, destacou Fernando.

O projeto foi aprovado por unanimidade e parlamentares elogiaram a iniciativa do colega.

“Pode parecer uma ideia pequena hoje, mas terá um grande valor nos próximos dias e anos na vida de pessoas e famílias que terão jovens inseridos na família, não induzidos desde pequenos a ter convívio com armas. Algumas replicas tem exatamente o mesmo peso de uma original, assim vamos colaborar para a diminuição da criminalidade”, ressaltou o líder do prefeito, Vereador Gabriel Forneck (PT).

Para o presidente do parlamento municipal, vereador Roger Corrêa (PSB), ações como essas ajudam no fortalecimento familiar.

“Se conseguirmos ensinar que uma arma é errada e perigosa, certamente quem ganha é a família. Muitas vezes as crianças chegam a admirar mais um bandido do que um policial, por ter aprendido desde cedo que é bom ser o mais forte. A família estará fortalecendo esse vínculo e ajudando a evitar que no futuro possa haver mais disseminadores de violência”, disse Roger. (Victor Augusto / Agência Ideia)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation