Servidores públicos federais do Acre marcham em Brasília

Servidores de 39 universidades estão em greve desde 17/3
Servidores de 39 universidades estão em greve desde 17/3

Com o objetivo de pressionar o Governo Federal a abrir negociações com a categoria das mais diversas instituições, os sindicatos promovem uma marcha em Brasília nesta terça-feira, 6, e amanhã, dia 7. No Acre, vários sindicatos terão representantes no ato, que será realizado em frente ao Ministério do Planejamento.

De acordo com a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores Técnicos Administrativos em Educação (Fasubra), 39 universidades estão em greve desde o dia 17 de março. Três representantes da Universidade Federal do Acre (Ufac) participam da marcha no dia 6 de maio.

Segundo Charles Brasil, diretor da Fasubra, as negociações que ocorrem junto ao Governo Federal estão paralisadas, o que irrita a categoria. “Tem uma delegação que está representando o Acre. São três delegados, porque não temos como mandar mais pessoas devido à distância e ao fato de a estrada não estar boa para ir de ônibus, como fizemos na última greve”, afirma Brasil.

A categoria deseja o adiantamento dos 10% do acordo firmado durante a greve em 2012, mais 10% do PIB para a educação, racionalização de cargos, isonomia salarial e reposição dos aposentados na tabela.

O Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal (Sindireceita) também participa do movimento na quarta-feira, 7. A passeata reforça a reivindicação da pauta da Campanha Salarial 2014, que tem os principais itens: Definição da Data-Base (1º de maio); Política salarial permanente com reposição inflacionária, valorização do salário-base e incorporação das gratificações; Cumprimento por parte do governo dos acordos e protocolos de intenções firmados; Contra qualquer reforma que retire direitos dos trabalhadores; Retirada dos Projetos de Lei, Medidas Provisórias e Decretos contrários aos interesses dos servidores públicos; Paridade e integralidade entre ativos, aposentados e pensionistas; Reajuste dos benefícios e a antecipação para 2014 da parcela do reajuste de 2015. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation