Pular para o conteúdo

Acusado de matar funcionária em assalto a hospital é condenado

O acusado de matar a funcionária do setor de serviços gerais Ivanilde da Costa Rodrigues, de 63 anos, durante um assalto ao Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira, distante 145 km de Rio Branco, em julho deste ano, foi condenado pela Vara Criminal da Comarca de Sena Madureira.

O réu Valciney Silva de Souza irá responder pela prática do crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e por corrupção de menor. De acordo com o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), o réu foi condenado a 27 anos e oito meses de reclusão, a ser cumprida em regime inicialmente fechado. A decisão foi de acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Acre (MPE-AC). Ainda cabe recurso.

As denúncias do menor P.L.S.P, que também participou do assalto, foram encaminhadas para a Vara Civil do município, que determinou que ele ficará recluso por tempo indeterminado.

Entenda o Caso – Um assalto no Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira, município distante 145 km de Rio Branco, na madrugada do dia 22 de julho, resultou na morte da funcionária do setor de serviços gerais Ivanilde da Costa Rodrigues, de 63 anos. De acordo com a Polícia Militar, dois assaltantes entraram na unidade após pular o muro dos fundos e se dirigiram para a recepção onde estava o segurança do local, para anunciar o assalto. Durante a ação dos bandidos, a funcionária foi atingida com um tiro nas costas.

Houve luta corporal, e o acusado, armado com uma espingarda, calibre 16, com cano serrado, efetuou um disparo, atingindo a vítima e causando-lhe a morte. Após o disparo, os assaltantes fugiram do local e levaram a arma do segurança, um revólver calibre 38.