Câmara Federal revoga autorização para passagens a cônjuges de deputados

 Após muita polêmica, a mesa diretora da Câmara Federal decidiu revogar o ato que autorizava a concessão de passagem a cônjuges de deputados. A determinação ocorreu na manhã de terça-feira, 3.

De acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um dos motivos que levou o parlamento a revogar o ato foi à repercussão negativa da medida.

“Estamos sempre subordinados à vontade da opinião pública. E se nós fizemos algo que a repercussão não está positiva, cabe a nós fazermos meia culpa e corrigirmos”, frisou Eduardo Cunha.

Segundo Cunha, para que cônjuge possa usar o benefício, o parlamentar deverá apresentar requerimento à mesa diretora da Casa, com justificativa. O pedido será analisado pela 3ª Secretaria da Mesa – órgão responsável pelo controle de emissão de passagens na Câmara.

 

Assuntos desta notícia