Cirurgias de joelhos garantem mais qualidade de vida em pacientes de mutirão

A expectativa por mais qualidade de vida toma conta dos 30 pacientes internados no Hospital das Clínicas (HC) de Rio Branco para a realização do mutirão de cirurgia do joelho. Os procedimentos cirúrgicos que serão realizados pela equipe do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into) do Rio de Janeiro terão início nesta segunda-feira, 30.

Celsa de Andrade tem 71 anos e participou em 2012 de outra edição do mutirão, quando operou o joelho direito. Agora, prepara-se para se submeter à cirurgia do joelho esquerdo. A alegria e a ansiedade, horas antes do procedimento, aumentam a esperança por uma vida melhor.

“Eu operei o joelho direito, mas não tinha uma vida completamente livre da dor e do cansaço. Quando me ligaram dizendo que eu já ia operar de novo, fiquei muito alegre. Só em pensar que eu não iria ter que viajar para um lugar que eu não conheço sem a minha família, fiquei muito satisfeita. Agora espero poder pegar meus netos no colo e brincar com eles”, conta a idosa.

O mutirão acontecerá entre 30 de março e 3 de abril. Liderada pelo médico ortopedista Rodrigo Minuano, a equipe de 14 integrantes, entre médicos, técnicos, enfermeiros e instrumentadores, realizará as atividades das 8 às 18 horas, no centro cirúrgico do HC.

Segundo a superintendente do hospital, Juliana Quinteiro, essa é a décima segunda edição da parceria entre o Governo do Acre e o Into do Rio de Janeiro. “E não pretendemos parar por aí. Esses pacientes que estavam com laudo de TFD à espera de próteses de joelhos terão o benefício de se submeter a cirurgia em seu próprio estado”, ressalta. (Cássia Veras / Assessoria Sesacre)

Assuntos desta notícia