Governo Federal reafirma a entrega de 966 casas às vítimas da cheia

Ministro, governador e prefeito estão unidos pelo Acre
Ministro, governador e prefeito estão unidos pelo Acre

Antes de deixar a Capital, na quinta-feira, 5, o ministro da Integração Nacional Gilberto Occhi, acompanhado pelo governador Tião Viana e o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, visitaram as diversas famílias desabrigadas em decorrência do transbordamento do Rio Acre.

Um dos objetivos da vinda do ministro ao Acre foi para avaliar, junto com a equipe técnica do Ministério da Integração e do governo, as principais necessidades do Estado, em decorrência da cheia.

Entre as medidas adotadas pelo Governo Federal, anunciadas por Occhi nos últimos dias está a liberação de R$ 2,5 milhões pela União para Rio Branco, garantindo com isso ações de socorro e assistência às vítimas da cheia.

Na manhã de quinta-feira, 5, o ministro reafirmou a liberação de mais de 900 unidades habitacionais, pelo programa Minha Casa Minha Vida. De acordo com Occhi, as casas serão entregues nos próximos 30 dias em regime de urgência às famílias atingidas pela cheia do Rio Acre, em Rio Branco.

“Vamos agilizar para entregar a lista das famílias que serão contempladas. A Caixa também está anunciando medidas de carência para pessoas jurídicas, comerciantes que perderam tudo na cheia. A presidenta Dilma está olhando pelo Acre”, disse.

Occhi garantiu ainda que o Governo Federal estará dando suporte na reconstrução das cidades, reativação dos bairros e assistência imediata à população atingida. “Estamos trabalhando no sentido de ajudar da melhor maneira possível o Acre e todas as pessoas atingidas com essa enchente”, falou o ministro.

Ele destacou o trabalho dos voluntários e ressaltou que “o ato dedicado a famílias não só engrandece a alma, mas faz bem ao coração”.

O governador Tião Viana disse que a presença de Occhi no Acre foi fundamental para minimizar os danos.

“A presidenta Dilma determinou e o ministro executou com toda a solidariedade possível. A entrega das casas é uma grande vitória, pois irão tirar quase quatro mil pessoas dos abrigos, para morar nas suas casas com dignidade. O Acre só tem a agradecer essa parceria”, afirmou.

Assuntos desta notícia