Rbtrans intensifica fiscalização às empresas de transporte coletivo

A prefeitura de Rio Branco, através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Rbtrans), está intensificando a fiscalização nas empresas de ônibus com o objetivo de melhorar o atendimento aos usuários do sistema de transporte coletivo da cidade.

Na madrugada desta terça-feira, 31, agentes da Rbtrans estiveram na garagem da empresa Floresta, localizada na Rua Boulevard Augusto Monteiro, no bairro Quinze, para conferir o cumprimento de horários de saída dos coletivos, a regularidade e as condições dos veículos, com o objetivo de garantirqualidade na prestação do serviço ao usuário do sistema de transporte de Rio Branco.

O trabalho de fiscalização da Rbtrans acontecesse de forma rotineira, somente foi interrompido por alguns dias em decorrência da cheia histórica do rio Acre, onde todo o efetivo da superintendência foi deslocado para o atendimento às famílias atingidas pela alagação e também para realizar o controle do trânsito nas principais vias da cidade.

Na fiscalização realizada pela Rbtrans é verificada as condições e validade dos extintores dos ônibus, o funcionamento regular da campainha, vistoria nos faróis, e se os ônibus estão limpos e adequados para prestar um bom atendimento às pessoas que utilizam o serviço de transporte coletivo.

Além das condições dos veículos, a equipe de fiscalização da Rbtrans acompanhanos pontos de parada e também no Centro de Controle de Operações (CCO) no Terminal Urbano, a frequência e o cumprimento dos horários dos coletivos, fazendo o mapeamento dos ônibus que por ventura venham a apresentar algum problema e, quando é o caso, realizam a substituição do veículo.

Esse trabalho de fiscalização resulta em ações importantes da própria Rbtrans. O diretor de Transportes da autarquia, Jô Luiz Fonseca explica que a partir delas foi possível fazer, por exemplo, uma readequação na linha do bairro Mocinha Magalhães, realizando a ampliação do horário e de também de veículos para atender a demanda dos moradores.

Por se tratar de um trabalho realizado durante o dia e também a noite, é possível averiguar e ajustar a operação do sistema de forma a adequar ao melhor atendimento ao usuário. Entre elas, Jô Luiz cita alguns pontos de integração, possibilitando que o passageiro, ao utilizar a bilhetagem eletrônica, faça a integração entre as linhas pagando apenas uma passagem.

Entre esses pontos de integração, além dos próprios terminais que já foram entregues pela prefeitura de Rio Branco, estão no Rosalinda, para os passageiros que vem dos bairros Belo Jardim I e Belo Jardim II, próximo a caixa d’água do Conjunto Esperança, que serve aos moradores da região do Calafate e ainda próximo ao Horto Florestal, para os usuários com destino aos bairros da parte alta da cidade.

“São pontos onde o passageiro pode fazer a integração, por exemplo, para ir e voltar das faculdades e ao trabalho de uma maneira geral e indo de um bairro a outro utilizando a bilhetagem eletrônica e pagando apenas uma passagem de ônibus”, explica o diretor de Transportes da Rbtrans.

Fiscalização na linha do Irineu Serra

Além do trabalho de fiscalização nas garagens das empresas de ônibus, os agentes do Rbtrans também realizam um importante monitoramento nos pontos finais das linhas dos coletivos.

Esta semana, esse monitoramento foi realizado na linha do bairro Irineu Serra. O trabalho foi acompanhado pelo diretor de Transportes da Rbtrans, Jô Luiz Fonseca e também pela presidente da Associação de Moradores, Joana D’Arc.

A fiscalização tem a finalidade de verificar, in loco, se os coletivos estão operando dentro do horário estabelecido, se o número de carrosutilizado está de acordo com a operação programada (no caso do Irineu Serra são cinco fazendo o atendimento durante a semana) e se os ônibus estão realizando as paradas sem deixar nenhum passageiro no ponto.

No caso do Irineu Serra, a fiscalização atendeu a um pedido da própria comunidade, uma vez que o abrigo localizado no bairro que recebe atualmente os imigrantes de várias nacionalidades, a maioria haitianos, vem aumentando o fluxo de passageiros nos coletivos.

A presidente do bairro aprovou a ação da Rbtrans, destacando que o trabalho da prefeitura ajuda a melhorar o sistema de transporte público. “Pedimos essa fiscalização e eles estão vindo nos atender porque com o abrigo dos imigrantes funcionando no nosso bairro, aumentou muito o número de passageiros e essa ação era necessária”, disse.

“Após a maior enchente já registrada na história de Rio Branco, estamos voltando a operar com cem por cento do nosso efetivo na fiscalização com o foco principalmente no transporte coletivo, buscando identificar os problemas e avaliar a situação dos ônibus nos bairros com o objetivo de oferecer um serviço cada vez melhor para os usuários do sistema”, afirmou Jô Luiz Fonseca, diretor de Transportes da Rbtrans.

Assuntos desta notícia