Rede Sustentabilidade diz ter assinaturas suficientes para registro no TSE

O porta-voz da Rede Sustentabilidade, grupo político da ex-senadora Marina Silva, anunciou que a sigla pretende, até o final de abril, entregar as assinaturas que faltam para ter seu registro oficializado pela Justiça Eleitoral.

“Até o final de abril devemos ingressar com as assinaturas validadas que faltam para que o TSE possa analisar e julgar o pedido de registro da Rede Sustentabilidade”, afirmou Basileo Margarido.

Para a concessão do registro pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), faltam ainda 32 mil. De acordo com Bazileo Margarido, serão entregues 80 mil assinaturas, uma sobra de 48 mil para evitar contratempos.

“Oitenta mil estão em processo de certificação nos cartórios. Então, temos grande margem, mais que o dobro do que falta, considerando que nem todas as assinaturas serão validadas pelos cartórios”, disse.

Em outubro de 2013, Rede teve o registro de criação do partido negado pelo TSE por não ter obtido reconhecimento do número mínimo de assinaturas para sua constituição.

O porta-voz da Rede disse que a coleta de assinaturas também continuará até o registro do novo partido. Ele também afirmou que, até lá, Marina Silva, maior expoente da agremiação, continuará filiada ao PSB, partido ao qual se integrou para participar da campanha presidencial de 2014, após a Rede Sustentabilidade não conseguir o registro.

Após a entrega das assinaturas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem 30 dias para confirmar a criação da legenda.

 

 

Assuntos desta notícia