Desembargadores e servidores do TJ/AC realizam plantio de mudas no ‘Bosque Florido’

Cada membro do Tribunal de Justiça do Acre plantou a sua árvore. (Foto: Assessoria)
Cada membro do Tribunal de Justiça do Acre plantou a sua árvore. (Foto: Assessoria)

Os desembargadores realizaram na quarta-feira, 29, o plantio de mudas da espécie Jacarandá-mimoso – etapa inicial do projeto Bosque Florido -, que tem o objetivo de fomentar a responsabilidade social e ambiental no contexto do Judiciário Acreano. Cada membro do Tribunal de Justiça do Acre plantou a sua árvore, da qual será mantenedor, inclusive com a demarcação espacial e a fixação de placa alusiva a cada uma das 12 mudas.

“A expectativa é trazer harmonia entre o Judiciário e a sociedade, em uma perspectiva de mudança de visão e até de cuidado e acolhimento. Aqui estão os maiores representantes do Tribunal de Justiça, que são os seus desembargadores, e os servidores. Estamos dando o exemplo de precisamos, como um todo, cuidar da natureza, somos reflexos e referência”, assinalou a desembargadora-presidente Cezarinete Angelim, após plantar a sua árvore.

Ela agradeceu a presença e união de todos os presentes, que abraçaram a iniciativa, a qual concorre para a cidadania, à conscientização bem comum.

Já a desembargadora Eva Evangelista disse que o projeto socioambiental “encerra um significado que incute as ideias de permanência, continuidade e amor” na Justiça do Acre. Decana do TJ/AC, ela foi a primeira a proceder com a plantação, seguida pelos demais membros da Corte de Justiça Acreana.

A juíza-auxiliar da Presidência, Mirla Regina, diretores, assessores, secretários e servidores também participaram do plantio, realizado na sede do Tribunal.

Bosque Florido
Inovador no Judiciário Nacional, o Bosque Florido faz parte do programa “Natureza Viva” e terá outras etapas. Também haverá iniciativas voltadas à economia de recursos e, não menos importante, ao estabelecimento de metas de redução de consumo de energia elétrica, água, papel, telefonia e descartáveis.

Com o slogan “Cuidando do meio ambiente, preservando o planeta”, o objetivo do projeto é transformar a paisagem austera do Tribunal em um espaço mais leve, acolhedor, de maior bem-estar para os que trabalham e visitam o prédio, como também promover a sintonia com o meio ambiente.

A espécie plantada foi o Jacarandá-mimoso (cujo nome científico é Jacaranda mimosaefolia, tendo como origem a Argentina, na América do Sul). Haverá ainda o plantio de pelo menos 135 mudas de outras espécies. (Assessoria / TJ/AC)

Assuntos desta notícia