Mais de 10 mil pessoas já moram na Cidade do Povo

 A Cidade do Povo, o maior projeto habitacional construído pelo governo do Estado, já possui 10.220 mil habitantes, superando cinco cidades acreanas: Bujari (9.173), Manoel Urbano (8.514), Jordão (7.330), Assis Brasil (6.610) e Santa Rosa do Purus (5.593).

Uma grande estrutura está em funcionamento para atender os moradores. Duas escolas oferecem ensino fundamental e médio estão atendendo 1.209 alunos. A educação infantil não foi esquecida, está prevista para o mês de maio a inauguração de mais uma escola que irá ofertar o Ensino Fundamental I e Educação Infantil (creche).

“Estudar pertinho de casa está sendo um sonho para mim. Antes, além de morar em área de risco e minha mãe pagar aluguel, eu tinha que pegar ônibus para ir à escola. Estou há três meses na Cidade do Povo e estou encantada com o que temos aqui. Onde eu morava não tinha os serviços que nos são disponibilizados aqui”, revela Maria Luziene, aluna da Escola Estadual Raimunda Pará.

Na Cidade do Povo existem ainda escritórios das Secretarias de Estado de Habitação (Sehab) e Obras (Seop), Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde com uma Farmácia Popular para atender às demandas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que está com uma média de 118 atendimentos por dia.

“O bom de morar na Cidade do Povo é que tudo é resolvido rápido. Levei minhas duas filhas na UPA e fomos muito bem atendidos e ainda saímos com os remédios para iniciarmos o tratamento”, relatou Sebastião Nunes.

Serviços públicos de qualidade

Na área de segurança, as Polícias Civil e Militar estão trabalhando diuturnamente. Uma representação da RBTrans está no local monitorando as linhas de ônibus. Jovens e adultos podem desfrutar uma área completa de lazer com quadras poliesportivas, quadra de vôlei de areia, playground e pista de caminhada.

Para os próximos meses estão previstos para serem entregues à comunidade uma unidade do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac), a Escola de Gastronomia, uma Unidade do Corpo de Bombeiros, o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e o Mercado Público Municipal.

 

Assuntos desta notícia